Casa Sobre a Rocha – A base de uma família cristã feliz

Precisamos de alguns cultos para tocar em pontos fundamentais da vida da família, de marido e de esposa, de filhos, mãe sozinha, pai sozinho, enfim, diversos assuntos referentes à nossa família desta terra.

Efésios 5:31,32 Eis por que deixará o homem a seu pai e a sua mãe e se unirá à sua mulher, e se tornarão os dois uma só carne. Grande é este mistério, mas eu me refiro a Cristo e à igreja.

Hoje começamos uma nova série de mensagens, que visará as questões de casamento, de família.

Vamos conhecer as bases, os alicerces, o que faz uma família ser família e ser família cristã, bíblica. 

Vamos conhecer chaves que abrem as bases, os fundamentos da relação – marido e mulher casados.

Vamos aprender conselhos que irão destravar relacionamentos.

Vamos aprender como é que duas pessoas tão opostas, como um homem e uma mulher, podem conjugar bem na vida e desenvolver novas atitudes de um para com outro.

Vamos aprender como é possível pessoas tão opostas permanecerem juntas a vida toda. E, para que isso seja uma realidade, precisamos ouvir a sabedoria de Deus.

 

A Bíblia chama o casamento de um homem com uma mulher de um mistério.

Veja o que diz a palavra do Senhor – deixa o homem seus pais e se une à sua mulher, e os dois se tornam uma só carne e depois Paulo diz: Grande é este mistério.

E nós vamos conhecer a revelação do mistério – como é que duas pessoas que se amam podem viver harmoniosamente juntas. Como é que as pessoas se tornam um e que ninguém as pode separar, só a morte. São mistérios que a Bíblia revela.

Como é possível duas pessoas, criadas em famílias distintas, alguns mesmo em culturas diferentes, como é que podem ser uma só pessoa, uma só carne.

 

São estas chaves que precisam ser acionadas para que a igreja realmente tenha famílias bíblicas.

E a questão família é a mais importante da nossa vida. Por isso, eu lhe desafio a não faltar aos cultos durante esta série, porque a mensagem vai trazer mudanças de vida, mudanças de atitude.

É claro que há pessoas que dizem que não querem mudar, nem colocar regras bíblicas em sua vida.

E eu digo – não faça isso, porque as coisas espirituais estão acima das coisas naturais.

Você tem de ouvir e praticar a palavra.

 

Vamos trazer conselhos para a vida. E mesmo que a sua relação em casa esteja toda arrumada, e você, a principio, não precise de conselhos, venha aos cultos, porque pode ser que, um dia, você precise.

Vamos aprender a aplicar, em qualquer área da vida, os conselhos sobre casamento, porque eles não se restringem ao casamento, mas podem se aplicados em qualquer área da vida.

Hoje vamos identificar 6 chaves que destravam o casamento, para que nenhum casamento seja de fachada, ou falido, ou que os dois estejam juntos apenas por causa dos filhos.

Não é justo para o cristão ficar junto por causa dos filhos, por causa do patrimônio.

 

Vamos aprender a fazer uma auto avaliação sobre o estado do nosso casamento.

E, quando Deus começar a falar sobre estes pontos, temos de ser sinceros e honestos – como estou vivendo na minha casa, como estou sendo como marido, como esposa, estou sendo realmente um homem, uma mulher segundo a Bíblia?

Vamos receber bons conselhos de Deus, que vão gerar, certamente, boas atitudes de vida.

Interessante que, na vida profissional, as pessoas, às vezes, investem 10, 15 anos de estudo pra se prepararem para a vida profissional. Porque quer se tornar um profissional altamente gabaritado.

 

E você sabe, ninguém se prepara para o casamento. Ninguém se prepara para a relação mais importante da vida, que é a relação do casamento, a constituição de uma família.

Então, qual o ideal de Deus para um casamento?  Harmonia, unidade e intimidade.

E todos os casamentos começam com este ideal de harmonia, unidade e intimidade. Mas, às vezes, com o tempo, as relações, quando não são cuidadas, e vão se azedando, e muitas vezes a relação de um homem com uma mulher casados passa a ser uma mesa de negociações.

Mas este não é o alvo de Deus, Deus fez o casamento com um potencial de realização, e não para ser uma mesa de negociação.

 

Provérbios 4:20-22 Filho meu, atenta para as minhas palavras; aos meus ensinamentos inclina os ouvidos. Não os deixes apartar-se dos teus olhos; guarda-os no mais íntimo do teu coração. Porque são vida para quem os acha e saúde, para o seu corpo.

Quando você ouve os ensinamentos de Deus, eles passam a ser vida, a ser saúde.  Todo casal que aplica os ensinamentos de Deus tem uma relação saudável, e se não aplica, tem uma relação doentia.

Se você vê um noticiário, você fica assustado com acontecimentos trágicos na vida de famílias.

Como é possível um casal que tem filhos, que dorme na mesma cama e, de repente, começam a ter uma relação tão odienta que chega ao ponto de se baterem e se matarem?

É porque não houve a vida da palavra, não houve os ensinamentos de Deus. Por isso, vamos entender o que o sábio diz – são vida para quem os acha – e você está aqui achando, e são saúde para o teu corpo.

Saúde para as tuas emoções, para o teu coração, para a tua relação.  Amados, Deus tem razão.

 

Então, a primeira chave do casamento cristão feliz se chama COMUNICAÇÃO. Esta é a questão fundamental numa relação. Quando o relacionamento do casal se azeda é porque deixou de haver COMUNICAÇÃO. Não houve diálogo.

 

1 – O primeiro ponto chave:  Comunicação, Diálogo.

 

Provérbios 13:17 O mau mensageiro se precipita no mal, mas o embaixador fiel é medicina.

Veja, uma pessoa que não se comunica, que não dialoga, é um mau mensageiro.

E ele termina em mal. Se um casal não dialoga, a sua relação vai se precipitar no mal.

Só há progresso na relação se nós aprendemos a falar, a abrir o coração um com o outro.

85% dos problemas de um casal começam com a falta de dialogo.

Quando começa a haver silencio na relação, a relação está doente.

Na nossa cultura ocidental sul americana, as pessoas gastam de 46 a 50 horas por semana vendo televisão. A estatística diz que a média de diálogo dos casais, por dia, é de 4 minutos.

Tem dias que muita gente nem se fala dentro de casa. E isto é odiento, porque não é de Deus.

Veja, qual a relação que pode se sustentar, se os casais veem quase 50 horas por semana de TV e conversam apenas 4 minutos por dia, em média?  Por isso, diálogo é bíblico, é Deus que manda.

 

Efésios 4:29 Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, e sim unicamente a que for boa para edificação, conforme a necessidade, e, assim, transmita graça aos que ouvem.

Não pode sair palavras de censura, de agressão, o que sai da nossa boca tem que transmitir graça.

Isto é mandamento de Deus.

Quem estabeleceu que o que sai da nossa boca tem que ser palavra boa, que edifica, foi Deus.

Deus pensou na comunicação. E as pessoas, quando namoram, falam até demais, enviam milhares de mensgens, tem assunto pra tudo.

Mas depois que casam, muitos casais ficam em silencio. E ninguém adivinha o que vai pela cabeça um do outro. Então temos que aprender a falar, a dialogar sem medo. Temos que falar de tudo.

 

Então, por exemplo, a hora da refeição é uma hora que devia ser feliz. É hora para se alegrar, conversar, contar coisas. E em muitos lares é uma hora de silencio completo, nada se fala, nada se comenta.

Eu sei que cada um de nós tem necessidades diferentes. Diz que o homem fala 20.000 palavras por dia, e a mulher, 30.000. Mas há casais que não trocam nenhuma palavra durante o dia, ou falam algumas palavras somente. Então, precisamos dialogar, conversar, porque ninguém lê a mente um do outro.

 

Mateus 5:37 Seja, porém, a tua palavra: Sim, sim; não, não. O que disto passar vem do maligno.

Amados, o contexto deste versículo não é ficar em silencio, e só dizer sim, sim, e não, não.

O diálogo e a comunicação tem que ser algo trabalhado. E com esta tecnologia toda a disposição do ser humano, parece que a comunicação melhorou, porque hoje você tem email, sms, whatsapp, skype, facebook, facetime, instagram…. e vai por aí afora.

E fizeram uma pesquisa na Inglaterra que mostrou que tem casais que, enquanto estão tendo relação sexual, estão falando com alguém no iPhone, ou no iPad, no Hiphone, mandando mensagens.

Não dá pra entender esse tipo de coisa, porque ou se relaciona sexualmente, ou manda mensagem.

Isso não é um casamento hiphonado, mas afundado.  Nem na hora do bem bom, fica com iPad, iPhone, iPim…  Então, temos de conversar. Vamos ter de aumentar o diálogo em casa.

 

2 – O segundo ponto chave: Consideração e reconhecimento.

 

Este ponto é fundamental, porque o casal que não tem consideração, que não reconhece um ao outro, é problemático.

 

1Coríntios 1:10 Rogo-vos, irmãos, pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que faleis todos a mesma coisa e que não haja entre vós divisões; antes, sejais inteiramente unidos, na mesma disposição mental e no mesmo parecer.

 

1Coríntios 1:11  Pois a vosso respeito, meus irmãos, fui informado, pelos da casa de Cloe, de que há contendas entre vós.

Claro, que se não houver inteira união, mesma disposição mental e mesmo parecer, vai acabar dando divisão. Esta questão da falta de reconhecimento acontece porque as pessoas, muitas vezes, são egoístas, só pensam nelas.  E num casamento não existe – eu, você – existe nós, eu e você.

É muito bom quando um marido dá atenção à sua esposa, quando uma esposa dá atenção ao marido.

Cortesia, respeito mútuo, apoio, ajuda, tudo isso faz parte da consideração e do reconhecimento.

Você sabe, casamento é uma escola.

 

E eu vou dizer a todos os homens – nós todos precisamos aprender a ter reconhecimento diário para com nossas esposas.  E os homens digam Amém.

Claro que por natureza ninguém é. Isso se aprende. Por natureza, o ser humano é egoísta. E nós temos que aprender a não ser egoístas. E a esposa tem que ser a rainha da casa, tem que receber reconhecimento, consideração. É bonito quando o homem abre a porta do carro para a esposa, isto é cortesia.

 

1Pedro 3:7 Maridos, vós, igualmente, vivei a vida comum do lar, com discernimento; e, tendo consideração para com a vossa mulher como parte mais frágil, tratai-a com dignidade, porque sois, juntamente, herdeiros da mesma graça de vida, para que não se interrompam as vossas orações.

Quer dizer que Deus não ouve o egoísta, o que quer somente o próprio bem. Se não tratar a esposa com dignidade, com honra, se o marido for egoísta, Deus não ouve sua oração.

E sabe qual é o drama? Quanto mais tempo de casados, menos consideração as pessoas tem uma para com a outra. A polidez desaparece. E aí é assim – se vira, mulher, se vira marido. Se quiser, é assim.

No começo do casamento é querida, querido, meu amor, Darling, babe… depois um puxa o cobertor e larga um fedido… e se o outro reclama, qual é a resposta?  – Ué, você come sabonete?

Estou vendo muita gente rindo, é sinal que faz….rsrsrs.

Então, é preciso restabelecer a polidez no tratamento um com o outro.

O casal cristão tem que ser simpático, tem que ter consideração, compaixão.

Temos que ser ajudadores, um ajudando o outro.

 

Efésios 4:2 com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros em amor,

Isso são virtudes, e não são virtudes que você nasce com elas, você aprende. 

Até a forma de se despedir tem diferença entre homem e mulher.

A mulher dá tchau com a mão.  O homem já dá tchau movendo os dois braços. 

Então, aprenda a ser ajudador, a ser um verdadeiro suporte para seu marido, para sua esposa.

Suportar = tem a ver com tolerar, ser paciente.

Mas no original quer dizer: dar suporte, dar apoio, ser ajudador, se colocar à disposição do outro.

Então, quando diz – suportai-vos – quer dizer, seja tolerante, mas seja ajudador.

 

Filipenses 2:3 Nada façais por partidarismo ou vanglória, mas por humildade, considerando cada um os outros superiores a si mesmo.

Marido, considere a sua esposa superior a você. Esposa, considere o seu marido superior a você.

Não seja partidário de coisas que afastam você do seu cônjuge. 

Seja sensível com as dúvidas e os temores.  Às vezes, a mulher tem dúvidas, o marido tem temores.

 

Romanos 15:1,2 Ora, nós que somos fortes devemos suportar as debilidades dos fracos e não agradar-nos a nós mesmos. Portanto, cada um de nós agrade ao próximo no que é bom para edificação.

Veja, temos de suportar as debilidades um do outro.  Amados, todos nós temos fraquezas, debilidades. Todos nós erramos muitas vezes.  E a Bíblia diz que nós somos fortes para suportar as debilidades do nosso cônjuge.  Quando um está fraco, o outro está forte, para dar suporte, para apoiar, ser ajudador.

Ah! Você sabe o que significa TPM? É a tensão pré-menstrual. Por causa dos hormônios, a mulher tem dois ou três dias por mês que só Deus sabe.  Se você não entender que a sua esposa pode ter essa tensão no período pré-menstrual, você vai achar que ela não gosta mais de você.

Mas isso é somente um problema hormonal. Então, precisamos ser sensíveis com as dúvidas e temores.

 

Depois, temos de aprender a perdoar.  Amados, todos nós somos imperfeitos. É impossível duas pessoas imperfeitas terem um casamento perfeito.

 

Colossenses 3:13 Suportai-vos uns aos outros, perdoai-vos mutuamente, caso alguém tenha motivo de queixa contra outrem. Assim como o Senhor vos perdoou, assim também perdoai vós;

Veja, terceira vez que a Bíblia fala “suportai-vos”.  E agora vem e diz – Perdoai-vos mutuamente.

Perdoar é mostrar consideração, mostrar que a outra pessoa é importante.

 

Tiago 3:13-14 Quem entre vós é sábio e inteligente? Mostre em mansidão de sabedoria, mediante condigno proceder, as suas obras. Se, pelo contrário, tendes em vosso coração inveja amargurada e sentimento faccioso, nem vos glorieis disso, nem mintais contra a verdade.

 

Tiago 3:15  Esta não é a sabedoria que desce lá do alto; antes, é terrena, animal e demoníaca.  Pois, onde há inveja e sentimento faccioso, aí há confusão e toda espécie de coisas ruins.

Olha só, diz que aí há toda espécie de coisas ruins. Então, por que um relacionamento azeda?  Porque a Bíblia diz que, onde há inveja, facção, divisão, confusão, há toda espécie de coisas ruins.

Então, marido, você não é o galo do terreiro. Porque não há terreiro, é o teu lar, a tua família, e nem o homem, nem a mulher tem o direito de desconsiderar o outro. Porque Deus diz que corta as orações.

Então, esta questão do perdão, o perdão no casamento é uma coisa muito forte. Porque quando as pessoas não se perdoam começa a solidão, a depressão, a angústia, a ira, a perturbação, a confusão, toda espécie de coisa ruim.

 

E a experiência ensina que, quando o casamento não tem perdão, o álcool começa a fazer parte da vida.  O mundo começa a apelar. As brigas começam a ser constantes.

As palavras duras começam a ser normais. O silêncio começa a ser a defesa. 

O desespero vai batendo forte. E, claro, poucas são as pessoas que encaram a verdade.

E o que dizem? O culpado é meu marido, a culpada é minha mulher.

Mas nós queremos famílias fortes. 

Qual é a prioridade das prioridades da nossa vida?  O casamento e a família.

Se o casamento não é a tua prioridade, os valores bíblicos não são seguidos.

E é nessas horas que muita gente quebra a aliança do seu casamento, seu juramento de fidelidade.

Começa a mentira, o casamento começa a deteriorar, acaba a alegria, e os filhos começam a questionar:  Por que os meus pais brigam, por que os meus pais não se dão bem?

Isso é terrível para destruição da família.

 

3 – O terceiro ponto chave: Ter compromisso.

 

Amados, todos os casamentos tem conflitos.  TODOS!  Nem todas as coisas se consegue ter acordo.

Você gosta de azul, a esposa gosta de verde. Não tem acordo, cada um gosta de uma cor.

Agora, o que quer dizer ser flexível, abrir mão de direitos, dividir a vida?  Isso só tem quem tem compromisso na relação. A falta de compromisso destrói a relação.

 

Marcos 3:25 se uma casa estiver dividida contra si mesma, tal casa não poderá subsistir.

Uma casa = uma igreja, uma família, um casal. Uma casa dividida contra si mesma não pode subsistir.

O inimigo não está dentro da tua casa, o inimigo está na rua.

Mas se a tua casa estiver dividida contra si mesma ela não subsiste.

Então, os pais tem que ensinar os filhos sobre esta questão de compromisso na relação.

Os modelos de família da novela e cinema são um desastre.  Não acredite neles, porque são um desastre.  Quantos conflitos, frutos de egoísmo, porque não houve compromisso, houve divisão.

 

Provérbios 18:1 O solitário busca o seu próprio interesse e insurge-se contra a verdadeira sabedoria.

Nenhuma relação é vitoriosa, se o marido procurar seus próprios interesses, ou se a esposa buscar seus próprios interesses.  Não pode haver vitoria numa relação assim.

 

1Coríntios 13:5 não se conduz inconvenientemente, não procura os seus interesses, não se exaspera, não se ressente do mal;

Procurar seus interesses é ser egoísta. A relação do casamento é a dois. Os interesses são para os dois.

 

Romanos 15:5 Ora, o Deus da paciência e da consolação vos conceda o mesmo sentir de uns para com os outros, segundo Cristo Jesus,

Olha, o mesmo sentir. Isto significa flexibilidade, consideração. Não leve a sua vida na ponta da faca.

Muitas pessoas nem vivem, vão tirando o prazer da vida, ás vezes começa uma amargura tão grande a tomar conta da pessoa que a pessoa desiste de viver.

Muita gente nem sabe, mas problemas psicossomatizados acabam em câncer, em tumor, e morrem.

E isso por causa de uma relação, as vezes, por causa de um marido intransigente, uma mulher dura, dominadora, acaba em câncer, em AVC, e a pessoa morre.

E tem pessoas que dizem – agora sim vou viver a vida.  E por que não viveu com a outra pessoa junto?

 

4 – O quarto ponto chave: Contato, toque.

 

Veja, o casamento precisa ter comunicação, consideração, compromisso. E, quarto lugar, contato.

Contato físico, toque, troca de carinhos e carícias, afeto.

Olha, nós somos um corpo espiritual, somos um espírito. Mas temos um corpo de carne.

E o nosso corpo de carne precisa de abraço, de beijo, de carinho, de afeição.

Eu e você temos necessidade de receber e de dar afeto. 

 

Por que é que eu gosto de abraçar, de dar a mão às pessoas que vem ao culto?

E eu sei que, ao apertar a mão, ao abraçar, ao olhar olhos nos olhos, eu sei que há pessoas que só aqui no culto são abraçadas, são tocadas. Só aqui na igreja recebem afeto e carinho. Em casa não recebem.

Por que dizemos ao final do culto – diga pro seu irmão, cumprimente seu irmão – porque há pessoas que só aqui na igreja tem contato de toque.

 

Olha, tem gente que nunca lhe disseram – eu te amo – nunca lhe deram um abraço, nunca foi tocado por ninguém. Você sabe, os médicos dizem que, se um bebê, quando nasce, se ele não for tocado, acariciado, cuidado, o bebê morre. E assim também é a nossa relação.

Você sabe que um bebê quando nasce, nasce chorando, esperneando, e quando o colocam no colo da mãe, ele se acalma, para de chorar, fica tranquilo. Como é que ele sabe que está no peito da mãe?

 

Essa coisa do toque é muito importante. 

Há um estudo nos EUA que diz que os maridos que são abraçados pela esposa 3 vezes ao dia tem sua vida prolongada em 3 anos. Olha o que um abraço, ou melhor, 3 abraços, pode fazer!

Você quer que seu marido viva 3 anos mais?  Abrace ele todos os dias 3 vezes.

Olha, muitas pessoas não se dão mais a mão, não se beijam, não se abraçam, não são acarinhados.

 

Veja, não existe essa coisa de – só somos amigos – tá amarrado!

Você não casou com um homem, com uma mulher, para serem só amigos.

Você sabe muito bem do que estou falando.  Agora, o diabo tem sido vitorioso, porque incute na cabeça das pessoas e gera o fracasso. Você pode ter muitas razões, estar cansado, ocupado, estressado, não venha dizer que não é romântico, não é afetuoso.

Amar se aprender e faz bem a relação.  Não ignore, todos nós temos necessidades afetivas.

Todo ser humano tem necessidade de contato, isto é vital para um casamento.

E, claro, o casamento inclui a vida conjugal. Além do toque, do abraço, do beijo, do carinho.

É bonito ver um casal que anda de mãos dadas, se abraçam.  Então, sobre a vida conjugal.

 

1Coríntios 7:3 O marido conceda à esposa o que lhe é devido, e também, semelhantemente, a esposa, ao seu marido.

Sabe o que é isto?  Deus mandou ter vida conjugal, vida sexual. A vida conjugal e sexual de um casal é o cimento da relação. É a vida conjugal que une o casal.

Exclusividade na relação entre marido e mulher e ninguém mais. Esta é a relação saudável.

Tem maridos que se esqueceram disso, tem mulheres que se esqueceram disso.

Mas vida conjugal, vida sexual é exclusividade de maridos e mulheres casados no Senhor.

 

1Coríntios 6:15,16 Não sabeis que os vossos corpos são membros de Cristo? E eu, porventura, tomaria os membros de Cristo e os faria membros de meretriz? Absolutamente, não. Ou não sabeis que o homem que se une à prostituta forma um só corpo com ela? Porque, como se diz, serão os dois uma só carne.

A relação conjugal entre um homem e uma mulher salvos tem uma conexão espiritual. É uma relação de bem, porque nossos corpos são membros de Cristo.

 

1Coríntios 6:18 Fugi da impureza.

Deus não quer impureza, Deus quer os casais tendo sua vida conjugal ativa.

E qual o grande dilema dos casais?  Estou cansado e com dor de cabeça.

Amado, você precisa manter o seu casamento vivo.

 

Provérbios 5:19 corça de amores e gazela graciosa. Saciem-te os seus seios em todo o tempo; e embriaga-te sempre com as suas carícias.

O que Deus está dizendo com sua palavra viva e eficaz?  Mantenha seu casamento vivo, mantenha sua vida conjugal viva, porque diz – em todo o tempo, quer dizer, sempre.  Embriaga-te sempre com suas carícias.  Quer dizer, marido e mulher devem se acariciar, se tocar, se abraçar, se beijar, ter relação sexual sim, sempre. E manter vivo um casamento faz o casamento ser forte.

 

Então, amado, expresse sua atenção física, dialogue. Mesmo que você tenha vindo de uma família onde não era normal o afeto físico, mostre afeto físico com sua esposa, com beijo, carinho, abraço, segurando sua mão publicamente.

Saiba, toda mulher precisa se sentir protegida pelo marido.  Toda mulher precisa que as outras mulheres saibam – este é o meu marido. Não mande sua esposa na frente e você vai atrás.

 

5 – O quinto ponto chave: Anule do seu dicionário a palavra divórcio.

 

Quem é cristão de verdade tem amor eterno, tem sentimentos honestos.

Divórcio não é uma solução ou saída, é uma experiência dolorosa e não é plano de Deus para nossas vidas.

 

Malaquias 2:16 Porque o SENHOR, Deus de Israel, diz que odeia o repúdio e também aquele que cobre de violência as suas vestes, diz o SENHOR dos Exércitos; portanto, cuidai de vós mesmos e não sejais infiéis.

Deus odeia o repúdio. Deus odeia o divórcio.

E Deus odeia pessoas que tomam estas atitudes dizendo – é que somos incompatíveis.

Sabe quem criou este negócio de incompatibilidade? Os advogados para ganhar dinheiro.

Amor é uma coisa que você decide.  Você decide amar e você ama.

Mais ainda – Deus diz que não pode haver violência na relação de casais.

A vida é para ser vivida intensamente.

Divórcio é uma experiência dolorosa.  Deus quer casamento pra toda a vida.

Tire da sua cabeça e do seu dicionário a palavra divórcio.  É até a morte.

Quando o casal começa a falar muito de divórcio, isso é ameaçador, é doloroso, é conflitante.

As pessoas que sabem que, mais cedo ou mais tarde, pode haver um divórcio, nunca são felizes.

Quem propõe o divórcio, está dizendo – eu desisti de você.

E quem desiste da outra pessoa, torna a outra infeliz.

 

6 – O sexto ponto chave e o mais importante: Ter Jesus como Senhor da Família.

 

Tudo o que foi ensinado aqui não tem nenhum sentido, se Jesus Cristo não for o Senhor da tua família.

A Bíblia só garante estabilidade numa relação entre um homem, uma mulher e Jesus.

Só assim há estabilidade.  Jesus é a nossa Rocha.

 

Colossenses 2:2-4 para que o coração deles seja confortado e vinculado juntamente em amor, e eles tenham toda a riqueza da forte convicção do entendimento, para compreenderem plenamente o mistério de Deus, Cristo, em quem todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento estão ocultos. Assim digo para que ninguém vos engane com raciocínios falazes.

Não existe outra rocha de segurança de uma relação, se não for com os tesouros da sabedoria de Cristo.

Você tem que ter fundamentos fortes, porque se você tem Cristo na sua relação, quando os ventos sopram, quando a chuva cai, quando os rios transbordam, a tua casa permanece de pé.

Quando chegam os problemas financeiros, ninguém te separa.

Quando chegam os problemas de saúde, os problemas emocionais, se Cristo é o fundamento da família, se ele é o alicerce, veja o que diz em…

 

Isaías 33:6 Haverá, ó Sião, estabilidade nos teus tempos.

Por isso, eu termino dizendo:  sua família tem que temer a Deus. Tem que respeitar o soberano Senhor. Tem que buscar a Jesus em primeiro lugar. E o melhor que você pode fazer pelo seu casamento é abrir o seu coração pra Jesus.

Só um homem e uma mulher de Deus, salvos, podem ter um casamento verdadeiramente feliz, estável no Senhor.

Então, comprometa a sua vida, entregue a sua vida a Jesus Cristo.

 

O que é mais recompensador da vida não é ter um senhor emprego, não é construir uma senhora profissão, não é construir a casa dos teus sonhos, mas construir uma família.

É isso que mais me recompensou na vida.

A construção mais importante que eu tenho na minha vida é a minha família.

É poder olhar para a minha esposa, meus filhos, netos, todos os que fazem parte do meu clã familiar, e dizer – são todos de Jesus. Esta é a minha maior recompensa.

Graças a Deus pela minha família bendita do Senhor.

           

Assim Seja. Assim disse o Senhor.

 

Um Presente Para Você

2 Comentários

  1. Genildo Silva

    Eu gostaria de receber mensagens sobre famílias tenho filhos e preciso de ajuda na criação é educação deles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *