A Importância da Mansidão na Vida Familiar

A Importância da Mansidão na Vida Familiar

Ea importância da mansidão na vida familiarste assunto tem como base o versículo de…

Mateus 5:5 Bem-aventurados os mansos, porque herdarão a terra.

Os mansos herdarão a terra

Veja o que Jesus disse – Bem-aventurados os mansos, porque herdarão a terra. Você está entendendo o que é esta promessa pra você?  Porque esta promessa é para aqueles que são mansos, é para aqueles que tem o fruto do Espírito Santo.  Você pode perceber que todos os cultos deste ano tem dado ênfase aos assuntos que dão direcionamento para termos famílias equilibradas, e famílias que sejam felizes, de fato e de verdade, dentro do seu lar.

Por isso, quando falamos de relacionamentos, temos que falar sobre sentimentos, sobre atitudes comportamentais e de virtudes.  Porque estes aspectos sempre serão grandes influenciadores do ambiente familiar. Afinal, a mansidão é uma virtude que só os cristãos tem, porque faz parte do fruto do Espírito. Então, hoje vamos falar desta virtude tão importante para vivermos em paz: a mansidão.

Porque o mundo rejeita os valores do reino de Deus

Veja uma coisa, esta bem-aventurança está na contramão dos valores do mundo. O mundo ensina algo totalmente diferente, porque sempre vai rejeitar os valores do reino de Deus.

O mundo tem suas estratégias terrenas para estabelecer uma paz, que não é a paz que Deus dá. O mundo demonstra força, poder militar, poder bélico, poder econômico e político. Esta é a estratégia mundana, humana, para dizer que o mundo está em paz, para gerar a paz. Só que isto é um tipo de paz imposta debaixo de ameaças. E, quanto mais agressivo, mais forte. Esta é a paz que o mundo oferece. Mas esta não é a paz de Deus.

Quando Jesus fala no sermão da montanha, Ele está falando de felicidade, de bem-aventurança. E Ele diz que não são os fortes que serão felizes. Mas os mansos. Não são os arrogantes, os poderosos em armas, mas os mansos que herdarão a terra. Os mansos serão felizes.  Imagine sua família vivendo esta mansidão, o quão feliz ela será. Por isso é importante você entender a importância desta virtude que está inserida no fruto do Espírito e que é seu direito, está em você como cristão.  E quando aplicada na sua vida gera felicidade.

O que é ser um cristão manso

Veja, ser cristão é ser diferente, nascemos de novo, temos uma nova vida, uma nova consciência e um novo reino. Jesus, ao proferir as bem-aventuranças, deu aos judeus uma grande lição. Eles estavam subjugados pelos romanos desde 63 A.C. e esperavam um Messias político, um guerreiro, que implantasse seu Reino pela força e pelo castigo. Esta era a consciência dos fariseus. Os próprios apóstolos não compreendiam o real propósito de Cristo. Eles pensavam em um reino político. Eles achavam que Jesus transformaria o sistema governamental sob o qual viviam. Mas a transformação de Cristo era interior, era dentro deles.

Atos 1:6 Então, os que estavam reunidos lhe perguntaram: Senhor, será este o tempo em que restaures o reino a Israel?

Eles achavam que aquele seria o momento em que Israel seria liberto do domínio romano. Só que Jesus não veio para isso. Jesus veio para restaurar as emoções. E você vai ver, através desta virtude, como será restaurada a tua vida e a tua família por esta atitude de mansidão. Jesus veio gerar uma vida sem hipocrisia, com relacionamentos saudáveis e, principalmente, apontar o caminho do arrependimento das más obras e da salvação eterna. Este foi o papel de Cristo.

Veja que o ser humano sempre tem uma visão deturpada dos planos de Deus. Por isso os judeus crucificaram a Cristo. A verdade é que é muito mais fácil negar do que mudar.  A mudança exige de nós um esforço. A mudança muitas vezes dói. É só ver quando você começa a frequentar uma academia, você vai sentir dor. Mas a dor vai fazer que haja mudanças no corpo.

Assim também acontece na vida espiritual.  Quando você tem uma postura ética cristã, muitas vezes você sofre, mas esse é o teu papel. Veja, a mansidão gera muitos benefícios para quem a pratica. Os mansos herdarão a terra – esta é a promessa de Deus para nós. Então vamos refletir sobre esta virtude. Aspectos de mansidão do cristão verdadeiro.

O que não é ser um cristão manso 

1 – Ser manso não é um atributo natural

Não é para qualquer um. Ser manso não é atributo da carne. Ser manso não é alguém que tem boa índole, uma pessoa bem educada socialmente. Não é algo externo, convencional, mas uma atitude interna, que nasce da revelação da palavra da verdade, a graça de Deus. É uma obra da graça no coração através do fruto do Espírito. Só nós, cristãos, filhos de Deus, temos mansidão. Como a mansidão faz parte do fruto do Espírito significa que só quem tem o Espírito Santo de Deus é manso.  O mundo não tem o Espírito, portanto, o mundo não tem mansidão. 

Gálatas 5:22,23 Mas o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, 23  mansidão, domínio próprio. Contra estas coisas não há lei.

Por isso é que mansidão não é um atributo natural, porque só os cristãos tem.  Por isso, a mansidão precisa ser desenvolvida na vida de todo cristão. Pois é uma virtude do fruto do Espírito Santo que está dentro de você. 

2 – Ser manso não é ficar passivo diante dos problemas

Ser manso não é ser tímido, e não tem nada a ver com covardia. Não é ser medroso, fraco, nem indolente. Podemos ver na Bíblia Sagrada pessoas mansas, mas que foram profundamente vigorosas. Pessoas mansas, mas enérgicas. Elas tiveram coragem para se posicionar com firmeza contra o erro. A questão é como você se posiciona diante dos problemas. Nós não podemos fazer do problema uma coisa pessoal. Nós não somos contra a pessoa, somos contra o problema. Se você colocar isso como pessoal, você vai agir de forma humana, carnal, animal, demoníaca. Nós temos de combater o problema com decência e com mansidão.

Veja que isso pode acontecer dentro de um relacionamento, onde opiniões são diferentes umas das outras e alguém precisa ceder. A forma como você trata isso é que é o segredo de você ter um bom relacionamento. Se você age com arrogância, com raiva, com ódio, com sentimentos facciosos, você não vai encontrar paz no seu lar. Mas se você age com mansidão, você vai ver e viver uma família feliz. Então vamos ver um exemplo de manso na Bíblia, Moisés.

Números 12:3 Era o varão Moisés mui manso, mais do que todos os homens que havia sobre a terra. 

Diz que na época dele não houve ninguém tão manso quanto ele. Agora veja que interessante, com toda mansidão que Moisés tinha, ele teve de se posicionar com autoridade diante de faraó para libertar o povo do Egito. Ele não ficou parado, passivo diante de um problema. Mas ele agiu com mansidão, com brandura, com calma, com sabedoria. Então, ser manso não é ser conivente com o erro, nem ficam em cima do muro, nem tentar agradar a todos ao mesmo tempo. Ser manso não é ser neutro. Não é viver sem opinião própria. Ser manso não é ser passivo ou indeciso.

Você vai aprender agora com Jesus, porque ele era manso e humilde de coração, diz a palavra. Mas ele não aceitou o erro e usou um chicote para expulsar os vendilhões do templo, mas não deu chicotada em ninguém. Mas ele espantou os animais com o chicote, ele virou as mesas dos cambistas. Mesmo sendo manso, Jesus teve uma atitude contrária ao erro.

João 2:13 Estando próxima a Páscoa dos judeus, subiu Jesus para Jerusalém.

João 2:14  E encontrou no templo os que vendiam bois, ovelhas e pombas e também os cambistas assentados;

João 2:15  tendo feito um azorrague de cordas, expulsou todos do templo, bem como as ovelhas e os bois, derramou pelo chão o dinheiro dos cambistas, virou as mesas

João 2:16  e disse aos que vendiam as pombas: Tirai daqui estas coisas; não façais da casa de meu Pai casa de negócio.

Veja, Jesus teve coragem para fazer o que precisava ser feito. Assim também temos de agir. Temos que ser inconformados com o erro, com o problema, e não com a pessoa.  Assim também os pais tem que ter cuidado quando repreenderem uma atitude errada dos filhos. Você não pode usar seus lábios para magoar seus filhos, para declarar maldição sobre seus filhos. Repreenda o erro, mostre ao filho onde está o erro, mas com amor e mansidão.

Não podemos ser compassivos com o erro ou com apelos mundanos dentro da nossa casa. Não aceite exemplos mundanos dentro do seu lar. O mundo não pode influenciar nossa família. Temos de exercer nossa autoridade com firmeza, sem deixar de ser manso.  Somos capacitados pelo Espírito Santo para tratar de situações reprováveis com calma, com brandura, com serenidade, com mansidão.  Você tem esta capacidade e está sendo habilitado para usar esta habilidade.

3 – Ser manso não é apenas mostrar externamente controle emocional  

Há pessoas que conseguem manter a calma e o domínio próprio diante de situações adversas. Mas não conseguem abrandar as chamas da alma, são como vulcões, estão sempre em ebulição dentro de si. Não explodem, mas estão cheias de perturbações internas.   Isso não é mansidão. Elas não fazem mal, mas se alegram intimamente com o fracasso dos seus inimigos. Elas mantém uma aparência de calma diante dos homens, mas não são calmas aos olhos de Deus. Não falam mal, mas desejam mal. Até sabem dar bons conselhos, mas não sabem administrar suas próprias emoções.

É esta transformação tem de começar de dentro para fora, tem de começar na nossa consciência. O nosso exterior precisa aparentar o nosso interior. A gente precisa saber como lidar com as situações de forma pacífica. Não espere que o outro faça, faça você porque você tem o Espírito Santo que instrui você e dirige seus passos. Pode ser que o outro não tenha o Espírito Santo.  Jesus era totalmente contra a postura dos que parecem uma coisa por fora e são outra coisa por dentro.

Mateus 23:27 Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas, porque sois semelhantes aos sepulcros caiados, que, por fora, se mostram belos, mas interiormente estão cheios de ossos de mortos e de toda imundícia!

Mateus 23:28  Assim também vós exteriormente pareceis justos aos homens, mas, por dentro, estais cheios de hipocrisia e de iniquidade.

Veja, precisamos ter a mente e o coração puros diante de Deus.  O nosso exterior precisa aparentar o que realmente está dentro do nosso coração.  Então, vimos o que não é ser manso. E agora vamos compreender o que é ser manso.

Como Age Uma Pessoa Mansa

Uma pessoa mansa é submissa à vontade de Deus

Uma pessoa mansa não se rebela contra Deus e nem murmura, não vive reclamando pelos cantos. Ela recebe a vontade de Deus na sua vida. Ela sabe viver contente em toda e qualquer situação, como vivia o apóstolo Paulo.

Filipenses 4:12 Tanto sei estar humilhado como também ser honrado; de tudo e em todas as circunstâncias, já tenho experiência, tanto de fartura como de fome; assim de abundância como de escassez; 13  tudo posso naquele que me fortalece. 

Você acha que não pode?  Mas Paulo ensina – tudo posso  naquele que me fortalece.  Porque o manso confia em Deus sempre, e crê que todas as coisas vão cooperar para o seu bem.

Uma pessoa mansa se deixa controlar pelo Espírito Santo  

Ela não é controlada pela carne ou pelos impulsos humanos.  Porque o manso é aquele que crucifica sua carne diariamente com atitudes espirituais. Ele não dá lugar à sua carne, nem ao inimigo de usar a sua carne ou seus pensamentos. Por isso a importância de você renovar diariamente a sua mente com a palavra. Isto dá segurança e confiança em Deus. Porque você sabe o que agrada a Deus.

Interessante, a palavra – manso – era usada para descrever o animal domesticado.  O manso morre para si mesmo porque foi domesticado pelo Espírito Santo.  Como a mansidão é fruto do Espírito, o manso vive sob a autoridade de Deus. E obedece ao comando do Espírito Santo. Ele tem a força sobre controle. O manso tem domínio próprio. 

Provérbios 16:32 Melhor é o longânimo do que o herói da guerra, e o que domina o seu espírito, do que o que toma uma cidade.

O manso é o que abre mão do seu próprio direito e interesses em prol do bem estar do próximo. A gente faz isso em prol dos nossos filhos, netos.  Às vezes, deixamos de viajar porque priorizamos o reino.  O Espírito Santo sempre vai te motivar a ser uma pessoa mansa. 

Filipenses 2:5-6 Tende em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, 6  pois ele, subsistindo em forma de Deus, não julgou como usurpação o ser igual a Deus;

Filipenses 2:7 antes, a si mesmo se esvaziou, assumindo a forma de servo, tornando-se em semelhança de homens; e, reconhecido em figura humana,

Filipenses 2:8-9 a si mesmo se humilhou, tornando-se obediente até à morte e morte de cruz. 9 Pelo que também Deus o exaltou sobremaneira e lhe deu o nome que está acima de todo nome, 

Os mansos herdarão a terra.  Você vai herdar a terra junto comigo, e junto com todos os outros cristãos mansos. O manso é aquele que está disposto até mesmo a sofrer o dano.  Como nosso apóstolo tem falado – às vezes, é preferível ter paz do que ter razão. 

1Coríntios 6:7 O só existir entre vós demandas já é completa derrota para vós outros. Por que não sofreis, antes, a injustiça? Por que não sofreis, antes, o dano? 

Só pelo fato de haver divisão dentro de casa vem a derrota total. 

1Coríntios 6:8  Mas vós mesmos fazeis a injustiça e fazeis o dano, e isto aos próprios irmãos! 

Este não pode ser comportamento de cristão. Então, Paulo, como escreveu à igreja de Corinto, ele estava pronto a sofrer o dano em vez de levar vantagem numa situação. No relacionamento do casal, às vezes, querer mostrar que tem razão é desgastante, e até inútil. Ainda mais quando a outra parte não tem a postura cristã.  Então, seja você a dar o exemplo primeiro.  Querer mostrar que está com a razão só vai gerar contenda, discussão, briga, confusão. E você não vai ter paz.  Faça a sua parte, e deixa que Deus faça justiça na sua vida. Mas esperar a justiça de Deus não é desejar o mal do outro. Esperar a justiça de Deus é zerar a situação, é deixar Deus agir.

Uma pessoa mansa suporta injúrias

Quem aqui suporta injúrias? Uma pessoa mansa não é facilmente provocada, um espírito manso não se irrita facilmente. Veja o testemunho de Davi. 

Salmos 38:12 Armam ciladas contra mim os que tramam tirar-me a vida; os que me procuram fazer o mal dizem coisas perniciosas e imaginam engano todo o dia.

Salmos 38:13-14  Mas eu, como surdo, não ouço e, qual mudo, não abro a boca. 14 Sou, com efeito, como quem não ouve e em cujos lábios não há réplica. 

Amados, sempre vão falar mal de nós.  Mas a nossa postura tem que ser de mansidão. Quando falarem mal de você, essa é a imagem que os outros tem de você, mas não é esta a imagem que Deus tem de você.  Importe-se com o que Deus diz de você e não com o que os outros dizem de você. 

Salmos 38:15 Pois em ti, SENHOR, espero; tu me atenderás, Senhor, Deus meu.

Davi ignorava as injúrias e esperava o auxílio de Deus. Então esta é a postura que temos de ter no ambiente familiar, profissional, e social. Temos que ser pessoas que suportam injúrias.

Uma pessoa mansa perdoa as injúrias 

Jesus é o nosso modelo de mansidão. E ele mostra como podemos ser exemplos de mansidão diante de situações que não querem que sejamos mansos. O inimigo está aí pra isso, pra tentar de toda e qualquer maneira, porque ele sabe qual é o nosso ponto fraco na carne. É nesse ponto que ele quer tirar o teu equilíbrio. 

1Pedro 2:23 pois ele, quando ultrajado, não revidava com ultraje; quando maltratado, não fazia ameaças, mas entregava-se àquele que julga retamente, 

Todas as situações da nossa vida temos de entregar àquele que julga retamente todas as coisas.  Então como deve ser o verdadeiro perdão?   O perdão deve ser Real, Pleno e Constante.

Real: – Deus não perdoa nossos pecados e guarda os pecados para si. Ele apaga os pecados como a névoa e os limpa no mar. E nunca mais se lembra deles.  O verdadeiro perdão é o perdão de Deus. Nós aprendemos isso e temos de perdoar da mesma forma que fomos perdoados. 

Pleno: – Perdoar todas as dívidas. Não posso perdoar a divida A mas me lembrar da B.

Salmos 103:3 Ele é quem perdoa todas as tuas iniquidades; quem sara todas as tuas enfermidades; 

Então, se você é manso você perdoa todas as injúrias.  Quem não é manso perdoa somente algumas ofensas e não todas.  Isto é meio perdão. Mas o perdão do manso é pleno, como o de Deus. 

Constante: – A Bíblia diz que Deus é rico em perdoar. 

Isaías 55:7 Deixe o perverso o seu caminho, o iníquo, os seus pensamentos; converta-se ao SENHOR, que se compadecerá dele, e volte-se para o nosso Deus, porque é rico em perdoar.

O nosso perdão tem que ser constante. Não há cristianismo sem perdão. Se você não perdoa, você não pode doar, nem ofertar, nem mesmo orar. Jesus disse que, se você não perdoar, você não será perdoado.

– Bispo, mas eu sou predestinado… Claro, por ser predestinado, você tem o fruto do Espírito. E por ter o fruto do Espírito você pode perdoar. Se você não consegue perdoar seu irmão, não é apenas a ele que você está ferindo, você está ferindo também a Deus. Quem não perdoa é porque não tem o fruto do Espírito. E quem não tem o fruto do Espírito não é salvo. 

Uma pessoa mansa recompensa o mal com o bem

Veja, eu tenho que suportar, tenho que perdoar, e os que me fazem mal tenho que recompensar com o bem. Você acha que estou pegando pesado?  Olha só, Jesus sempre pegava pesado. Então, amar os inimigos, fazer o bem a eles, e orar por eles é a marca de uma pessoa mansa.  A marca do manso é fazer sempre o bem a todos 

Mateus 5:44 Eu, porém, vos digo: amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem;

 Quem é manso faz bem até ao seu inimigo. 

Romanos 12:20 Pelo contrário, se o teu inimigo tiver fome, dá-lhe de comer; se tiver sede, dá-lhe de beber; porque, fazendo isto, amontoarás brasas vivas sobre a sua cabeça. 

Quando você faz o bem por aquele que te fez o mal, a sensação que ele fica é como se ele tivesse brasas sobre a cabeça – como é que pode, eu fiz mal a ele e ele me faz bem?  O manso sempre bendiz, pois desta forma recebe bênção por herança. 

1Pedro 3:89 Finalmente, sede todos de igual ânimo, compadecidos, fraternalmente amigos, misericordiosos, humildes,

1Pedro 3:9  não pagando mal por mal ou injúria por injúria; antes, pelo contrário, bendizendo, pois para isto mesmo fostes chamados, a fim de receberdes bênção por herança.

Conclusão sobre a Mansidão do Cristão

Olha só, você está aqui hoje porque Deus te predestinou e determinou que você seja coluna do seu lar. Você vai ser a diferença dentro da sua casa. Você vai ser exemplo no seu trabalho.  Pagar o mal com o bem é agir como cristão verdadeiro, como uma pessoa cortada pelo Espírito Santo. É agir como quem é morada do Espírito Santo.

Mateus 5:5 Bem-aventurados os mansos, porque herdarão a terra.

O apóstolo Pedro confirmou o que Jesus ensinou no sermão da montanha – os mansos herdarão a terra.  Receba bênçãos por herança para a sua família. Cumpra o seu chamado como filho de Deus. Seja humilde como nosso Senhor nos ensinou. E que através do Espírito Santo que habita em nós cada um aqui venha a frutificar e a ter esta virtude chamada mansidão. Ela nos permitir viver a paz que excede todo entendimento.

Seja você a pessoa que vai fazer a diferença dentro da sua família.  Seja você a pessoa que vai fazer a transformação no seu ambiente de trabalho. E que a luz de Cristo brilhe pelas suas atitudes sábias e espirituais.

Não se esqueça.  Os mansos são felizes.  E estarão aptos para herdarem o melhor de Deus nesta terra e na eternidade.

Assim Seja, porque assim disse o Senhor.

Um Presente Para Você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *