Como A Bíblia Pode Me Ajudar A Ter Uma Família Feliz

Como A Bíblia Pode Me Ajudar A Ter Uma Família Feliz

1 Timóteo 4:13 Até à minha chegada, aplica-te à leitura, à exortação, ao ensino.

Meus irmãos amados, povo de Deus, povo eleito, a amada igreja de Jesus, aqueles que reproduzem a imagem e a semelhança do Senhor, aqueles que são a universal assembleia dos santos, aqueles que têm seus nomes arrolados nos céus, e são as famílias benditas do Senhor.

Em maior grau do que qualquer outra instituição nesta terra, a família incorpora todas as funções da sociedade. Dentro da família nós experienciamos, em primeiro lugar, os padrões da autoridade.  Você precisa entender que, numa família cristã evangélica, tem que ter padrões de autoridade. Segundo lugar, de organização. Terceiro lugar, de economia. Quarto lugar, de educação. E em quinto lugar, de devoção. Portanto, a família incorpora todas as funções da sociedade.  Porque a família é a célula básica de uma sociedade.

Porque a família é necessária na sociedade

Mais ainda – famílias são necessárias na vida pessoal e social da sociedade. Nós precisamos de uma família para desfrutar de intimidade, de relacionamento, de segurança. E mais que isso – para garantir a continuidade da nossa espécie: os filhos. É por isso que mais de 95% das pessoas na terra se casam. Porque famílias são fundamentais em todas as culturas. Isto é um plano de Deus.

Lá na áfrica, em lugares desérticos, há um grupo nômade, estão ali famílias. Você vai aos polos norte e sul, e há famílias. Você vai no meio de tribos, línguas, povos, nações, você vê famílias.

– Pastor, se família é um plano tão perfeito de Deus, por que então os casamentos duram, em media, apenas 10 anos?  A média de um casamento no mundo é de 10 anos.  Significa que há pessoas que ficam casadas 20, 30, 50 anos ou mais, e outras, 1, 2, 3 anos, ou meses. E desfazem a aliança do casamento.

 

Nós estamos trazendo algumas mensagens para tratar da redefinição das questões de família. Vivemos numa sociedade que nos desaponta quanto aos assuntos de família.  Há muito pouco interesse pelas questões familiares. Eu me lembro de 20, 30, 40 anos atrás as famílias eram famílias no pleno sentido da palavra. Hoje, muitas famílias vivem uma desagregação dentro da sua casa.

Então, como famílias evangélicas, temos de aprender o que a Bíblia ensina sobre o modelo de família. Temos de aprender sobre questões de confronto dentro da família.  Temos de aprender qual a nossa posição na sociedade como família e como orientar as nossas famílias. E tudo isso tem que ser feito com os ensinamentos da Bíblia Sagrada.

O Modelo Bíblico de Família

Eu quero lhe falar sobre o Modelo Bíblico de Família. E por que tenho de defender esta tese?  Porque hoje em dia a sociedade, o governo do Brasil, os que tem o domínio legislativo e judiciário, já apoiaram a formação de famílias contrárias à Bíblia Sagrada. A igreja não pode apenas silenciar com casamentos lgbt, homossexual, lesbicas, homo afetivo. Porque a igreja tem que ter um perfil bíblico.    Amado, não abra mão do que lhe ensino aqui na igreja.

A Família é um embrião da sociedade, ela é o nascedouro dos seus padrões.  Todas as culturas precisam da Família como sua unidade básica, para repor a população, dar identidade a seus membros, iniciar a vida social. A Bíblia nos mostra um modelo básico de Família. 

Gênesis 1:28 E Deus os abençoou e lhes disse: Sede fecundos, multiplicai-vos, enchei a terra …

Deus criou um homem e uma mulher e disse – Agora vocês vão se conjugar carnalmente e vão ser fecundos. Então, quem deu esta ordem da fecundidade, da procriação, foi Deus.

A família é o controle dos instintos sexuais

Segundo lugar, a família também é o controle dos instintos sexuais.

1Tessalonicenses 4:3-4 Pois esta é a vontade de Deus: a vossa santificação, que vos abstenhais da prostituição; 4  que cada um de vós saiba possuir o próprio corpo em santificação e honra,

1Tessalonicenses 4:5  não com o desejo de lascívia, como os gentios que não conhecem a Deus; 

1Tessalonicenses 4:6  e que, nesta matéria, ninguém ofenda nem defraude a seu irmão; porque o Senhor, contra todas estas coisas, como antes vos avisamos e testificamos claramente, é o vingador, 

Veja, Deus é contra a prostituição.  Amados, Deus é contra a prostituição. Então, onde os instintos sexuais são controlados?  Na relação familiar do homem e da mulher dentro do casamento.

Identidade dos membros da família

A família também gera e controla a identidade dos membros da família.

Salmos 127:3 Herança do SENHOR são os filhos; o fruto do ventre, seu galardão.

Veja, filho não é um trabalho, não é uma chatice, filho é herança.  Um filho é galardão. Então, amados, a forma de organizar e administrar a família está na Bíblia.

Provérbios 4:1-2 Ouvi, filhos, a instrução do pai e estai atentos para conhecerdes o entendimento; 2  porque vos dou boa doutrina; não deixeis o meu ensino. 

Provérbios 4:3-4 Quando eu era filho em companhia de meu pai, tenro e único diante de minha mãe, 4  então, ele me ensinava e me dizia: Retenha o teu coração as minhas palavras; guarda os meus mandamentos e vive; 

Salomão está falando do pai dele que era Davi. E o que Davi fazia com seu filho?  Ele Ensinava.  Então, pai, mãe, nós temos a função obrigatória de ensinar os nossos filhos.  Isto é básico. Ensinar um filho a ser educado, a honrar pai e mãe, como se portar na sociedade, a honrar a sua pátria, os deveres cívicos, os deveres familiares, isto tudo tem de ser ensinado em casa. 

Provérbios 4:5  adquire a sabedoria, adquire o entendimento e não te esqueças das palavras da minha boca, nem delas te apartes. 

Provérbios 4:6-7  Não desampares a sabedoria, e ela te guardará; ama-a, e ela te protegerá. 7  O princípio da sabedoria é: Adquire a sabedoria; sim, com tudo o que possuis, adquire o entendimento. 

Veja, é dentro da família. Você que tem um filho, uma filha, você tem obrigação de ensinar os seus filhos.  Hoje em dia as crianças ficam aí jogadas no mundão. Você pensa que a escola vai ensinar alguma coisa?  Que a faculdade vai ensinar alguma coisa?  Você não vai ensinar seus filhos a dizer palavrão, mas eles aprendem na escola.  Você não vai ensinar seus filhos a fazer bulling, eles aprendem na escola.  Lá eles aprendem grandes e maus exemplos.  Olha só, cabe ao pai e à mãe ensinar os seus filhos. Seus filhos não podem ser ensinados pelo mundo.

Não é responsabilidade nem obrigação da escola ou da universidade educar seus filhos. Eles dão conhecimento, mas educação e ensino é tarefa de casa, do pai e da mãe.  O meu pai me ensinava e dizia. Isso é muito importante para você e para sua família. Este tem de ser o modelo das nossas famílias: O Modelo Bíblico.

Deus prioriza o casamento para a construção da Família

Segundo ponto, Deus prioriza o casamento para a construção da Família. É uma ordenança de Deus. Ele traz a relação de complemento do homem com a mulher. Uma interdependência de tipos diferentes, uma só carne. Complemento biológico, emocional, espiritual e psicológico. Este é o casamento no Senhor.

Gênesis 2:18 Disse mais o SENHOR Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma auxiliadora que lhe seja idônea.

Então, quem mostrou a prioridade dentro do casamento foi Deus. Até psicologicamente, a interdependência entre o homem e a mulher, a intimidade marital, essa função psicológica foi Deus quem criou.

Gênesis 1:27 Criou Deus, pois, o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. 

Deus quando criou, criou macho e fêmea. Homem e mulher.  Então o casamento é que permite a expressão plena da identidade sexual entre o homem e a mulher. Isto significa que sexo antes do casamento não é legal.  Apenas conviver também não é legal.  Para você ter 100% de legalidade você tem de se casar no Senhor.  Até porque você está aqui na igreja. Casamento não é uma instituição da igreja. É uma instituição de Deus.

Gênesis 1:31 Viu Deus tudo quanto fizera, e eis que era muito bom. 

Gênesis 2:18 Disse mais o SENHOR Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma auxiliadora que lhe seja idônea.

Deus sabia que a solidão não é boa. Solidão mata. Deus não criou o homem pra viver sozinho. Deus não criou a mulher pra viver sozinha.  Deus nos criou com estas particularidades. Primeiro, psicológica, da relação entre o homem e a mulher.  Depois, a quebra da solidão através do casamento. E Deus fez então uma auxiliadora idônea, e idônea, no original, quer dizer comparada a ele.  Deus estava dizendo ao homem: – Olha, eu vou criar uma mulher, e vocês vão ter uma interdependência entre os dois.  Este é o casamento evangélico.

Então, marido dormir na sala e a mulher no quarto; o marido vem à igreja, a mulher vem depois; não entram e não saem de mãos dadas. Isto é infringir os planos de Deus. Amados, vocês tem de se sentir comprometidos um com o outro. E é isto que complementa a relação. 

Gênesis 2:24 Por isso, deixa o homem pai e mãe e se une à sua mulher, tornando-se os dois uma só carne. 

A união é biológica, emocional, espiritual, psicológica, carnal e todas estas coisas juntas geram a relação estabelecida por Deus. 

Gênesis 4:1 Coabitou o homem com Eva, sua mulher. Esta concebeu e deu à luz a Caim; então, disse: Adquiri um varão com o auxílio do SENHOR.

Coabitou o homem com Eva, sua mulher. É claro que não vamos sair atirando pedras, nem julgando nem condenando ninguém.  Mas eu quero que você tenha uma posição definitiva. Deus disse ao homem para coabitar com a sua mulher.  Portanto, a relação aprovada é esta, a relação de um homem com uma mulher.  Depois tem a questão sociológica.  Você sabe, casamento não é uma ordenança da igreja. É uma ordenança de Deus que impõe obrigações a todos.

1Timóteo 4:3-5 que proíbem o casamento e exigem abstinência de alimentos que Deus criou para serem recebidos, com ações de graças, pelos fiéis e por quantos conhecem plenamente a verdade;

1Timóteo 4:4-5  pois tudo que Deus criou é bom, e, recebido com ações de graças, nada é recusável, 5  porque, pela palavra de Deus e pela oração, é santificado.

Quando Deus une um homem e uma mulher começam as obrigações dadas por Deus. E digo novamente, é o casamento que regula a vida sexual, porque Deus é contra a prostituição. E como Deus regulou a relação entre um homem e uma mulher?

Hebreus 13:4 Digno de honra entre todos seja o matrimônio, bem como o leito sem mácula; porque Deus julgará os impuros e adúlteros. 

Para Deus, a relação entre um homem e uma mulher não há mácula, não há pecado, quando eles são casados no Senhor. A vida sexual é confiada ao ambiente conjugal, compromisso mútuo e aprovação da sociedade. Este é o modelo de Deus.

Tem gente que gosta muito da relação tico-tico no fubá.  Só que tico-tico no fubá não é relação para um evangélico. Deus não deixou uma brecha na palavra para tico-tico no fubá. Ele deixou relações ordenadas.  E agora a questão teológica.

Gênesis 2:24 Por isso, deixa o homem pai e mãe e se une à sua mulher, tornando-se os dois uma só carne. 

Significado do casamento evangélico

Então, o que é para nós, evangélicos, teologicamente, o casamento? É uma relação com compromisso firmado – deixa o homem pai e mãe e se une à sua mulher – porque assim foi ordenado por Deus o casamento. E o que é este deixar?  É casar e cortar as relações com a família?  Não.  Você tem de deixar a dependência da família.  Marido briga com a esposa e vai falar com sua mãe.  Não, amado, você não tem de levar problemas do seu lar para os outros.

Você pode vir e pedir um aconselhamento aos bispos, ou às famílias que tem condições de prestar aconselhamento ao casal. E você pode ter certeza, nós não tomamos partido de marido ou de esposa, nós tomamos partido de Deus, da palavra do Senhor.  Então para nós, na graça, é mais do que este compromisso psicológico, social e teológico. É uma aliança.

Malaquias 2:14 E perguntais: Por quê? Porque o SENHOR foi testemunha da aliança entre ti e a mulher da tua mocidade, com a qual tu foste desleal, sendo ela a tua companheira e a mulher da tua aliança. 

Veja, Deus estabelece aqui um compromisso de aliança. Deus não quer e não aprova deslealdade na relação do casamento. E também não aprova e não quer viúvas de marido vivo, e nem viúvo de mulher viva. Não foi assim que pensou no casamento.  Há muita gente que vive junto de aparência. Fazem um teatro. Mas, no seu dia a dia, o seu compromisso bíblico, psicológico, social e teológico não existe.  E a loucura que se torna uma relação doentia, quando Deus preparou esta relação para ser uma beleza. Então, amados, o casamento cristão deve ser no Senhor.

1Coríntios 7:12-13 Aos mais digo eu, não o Senhor: se algum irmão tem mulher incrédula, e esta consente em morar com ele, não a abandone; 13  e a mulher que tem marido incrédulo, e este consente em viver com ela, não deixe o marido. 

1Coríntios 7:14  Porque o marido incrédulo é santificado no convívio da esposa, e a esposa incrédula é santificada no convívio do marido crente. Doutra sorte, os vossos filhos seriam impuros; porém, agora, são santos. 

Quer dizer que um homem crente, com suas atitudes de filho de Deus, acaba santificando a mulher incrédula. A mulher crente verdadeira, quanto realmente ela é do Senhor, as suas atitudes santificam o marido incrédulo. 

1Coríntios 7:15  Mas, se o descrente quiser apartar-se, que se aparte; em tais casos, não fica sujeito à servidão nem o irmão, nem a irmã; Deus vos tem chamado à paz.

1Coríntios 7:16  Pois, como sabes, ó mulher, se salvarás teu marido? Ou, como sabes, ó marido, se salvarás tua mulher? 

Deus tem nos chamado à paz.  O casamento entre um homem de Deus e uma mulher de Deus tem que ter paz. Eu não quero que os casais da igreja vivam atormentados.  Se há um drama Deus resolve dramas. A palavra dele é perfeita. A obra do Espírito Santo é perfeita. Então, é preciso que você tenha paz na sua relação. 

2Coríntios 6:14 Não vos ponhais em jugo desigual com os incrédulos; porquanto que sociedade pode haver entre a justiça e a iniquidade? Ou que comunhão, da luz com as trevas?

2Coríntios 6:15  Que harmonia, entre Cristo e o Maligno? Ou que união, do crente com o incrédulo? 

2Coríntios 6:16  Que ligação há entre o santuário de Deus e os ídolos? Porque nós somos santuário do Deus vivente, como ele próprio disse: Habitarei e andarei entre eles; serei o seu Deus, e eles serão o meu povo. 

2Coríntios 6:17-18  Por isso, retirai-vos do meio deles, separai-vos, diz o Senhor; não toqueis em coisas impuras; e eu vos receberei, 18  serei vosso Pai, e vós sereis para mim filhos e filhas, diz o Senhor Todo-Poderoso. 

Não se coloque em jugo desigual com os incrédulos. Não há sociedade entre justiça e iniquidade. Não há comunhão entre luz e trevas. Se você quer constituir uma família, não a constitua fora da igreja.

– Bispo, mas eu conheci um rapaz que tem uma Land Rover Evoque, um Mustang vermelho, um Camaro amarelo.  Olha só, você não se casa com o carro dele, nem com a casa dele, nem com os bens dele, você se casa com ele.  E às vezes alguém tem muitas coisas materiais para oferecer, mas não tem para oferecer a essência da vida, o companheirismo, o amor, o suporte, o carinho, a amizade.

Casamento deve ser constituído seguindo as regras bíblicas

Então, se você é um homem de Deus e aspira viver uma relação com uma mulher, no Senhor, de acordo com as regras bíblicas, não constitua isto fora da igreja. Porque não há vida com jugo desigual. Não há sociedade entre justiça e iniquidade. Não há comunhão entre luz e trevas. E se você é casado, ou casada, e o seu cônjuge ainda não é do Senhor, as tuas atitudes, o teu modelo de vida vai santificar o seu cônjuge.  Agora, você que quer constituir uma família, faça isto no Senhor.

Se você está começando uma relação, não arrisque.  Se você está começando uma relação, é no Senhor, com as regras bíblicas, com temor, com tremor. Relação se constrói com confiança, com honestidade, com verdade, sem esconder nada.  Agora, se você se relaciona com um ímpio, você está tentando misturar luz com trevas. Pode ter carro, casa, dinheiro, status, mas não terá o que você quer, que é felicidade e paz.

Tem que ser luz com luz. Justiça com justiça. Tem que ser crente com crente.  Tem que seguir as regras bíblicas. Tem que ser da mesma fé e, se possível, da mesma igreja. Tem que ter a aprovação de ambas as famílias. Tem que ter a aprovação da liderança da igreja. Tem que ter aprovação da sociedade. Porque quando é pra casar, todo mundo diz – vai dar casamento. Mas, quando não é pra casar, as pessoas dizem – hummm…. Isso me cheira mal. E há pessoas que perderam anos da sua vida, insistindo numa relação que não era a relação estabelecida por Deus.

– Bispo, quando eu me casei eu não conhecia a palavra, não era evangélico, era católico relaxado e me casei com uma pessoa espírita.  E agora como fica o meu caso?

Olha só, um homem de Deus, uma mulher de Deus, que é temente a Deus, que começou a viver uma vida de acordo com a palavra, e o seu cônjuge não é evangélico, a vida desse homem ou dessa mulher de Deus acaba por se refletir na vida do outro. Acaba por santificar o casamento.

Então, amado, tudo o que nós, evangélicos, aspiramos é conforme a orientação de Deus. Portanto, não saia destes padrões, porque fora deles não há comunhão, há uma infelicidade tremenda. Fora disto há o mundo que faz acontecer 58% de divórcios nos primeiros 3 anos de casamento. Aceite o que Deus está lhe dizendo, lhe orientando. Eu sei que, pra sociedade, isto é uma grande quadradice, é às vezes até ridículo.

– Bispo, mas vida conjugal antes do casamento, todo mundo faz…

Todo mundo faz, mas nós não somos todo mundo. Esse todo mundo vai pro inferno, e você vai pra vida eterna.  Eu quero que a tua família seja boa e feliz.

É por isso que vamos usar este ano todo tratando do assunto família, porque somos famílias benditas do Senhor.  Para que todos vejam que somos famílias benditas do Senhor.

Assim Seja, porque assim disse o Senhor.

Um Presente Para Você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *