Enfrentando Os Medos Que Arruínam Os Relacionamentos

ENFRENTANDO OS MEDOS QUE ARRUÍNAM OS RELACIONAMENTOS

O versículo base para esta mensagem está em…

Provérbios 23:7 Porque, como imagina em sua alma, assim ele é; ele te diz: Come e bebe; mas o seu coração não está contigo.

Aquilo que está no mecanismo do subconsciente, no profundo do coração, nas emoções de como você se imagina, é assim exatamente como você é. Vamos ouvir o que o Espírito Santo vai nos dizer a respeito disso.

Estamos trabalhando desde meados de janeiro nas sete áreas fundamentais para a vida de um cristão: saúde espiritual, física, mental, emocional, e hoje vamos tratar de saúde relacional, de relações interpessoais. Ao conhecermos este tema com profundidade, a proposta de Deus é que vejamos nossos relacionamentos transformados para melhor, mais saudáveis, mais dignos.

E o que vamos ver especificamente é sobre medos que arruínam os relacionamentos. Esta questão dos medos começou onde tudo começou, no jardim do éden, com Adão e Eva. Nós vamos entender como, lá no inicio da criação, começa a surgir um sentimento extremamente danoso às relações, o medo.

Medo vem do grego, PHOBOS, donde se origina fobia, leva a erros, atrapalha a vida, cria pânico intenso e paralisante, medo de algo.

Quando Deus criou o universo sustentável, na realidade, Ele queria criar uma família. E Deus criou Adão, e o colocou num lugar perfeito, mas ele estava só no jardim do Éden. E Deus entendeu as emoções do homem e disse: Não é bom que o homem viva só.
Porque a solidão não é boa, ela mata, ela danifica as estruturas emocionais. E Deus disse: Vou criar uma companheira para ele. E fez Adão adormecer e diz que, do lado dele, de uma costela, Deus criou uma mulher, Eva.

Veja que Deus criou Eva de uma costela, costela está ao lado. Do lado de Adão Deus criou sua esposa, porque lado significa companheirismo, o lado do coração, de uma relação profundamente amorosa de um para com o outro. Para eles não havia pecado, nem doença, nem tristeza, nem sofrimento, nem mentira, nem ciúmes, nem manipulação. Era um relacionamento perfeito.

Foi assim que Deus pensou na vida de um casal, de um homem e uma mulher. Mas a história mostra que, neste relacionamento, entrou uma serpente, uma encarnação do diabo. E ele enganou Eva, que enganou Adão, ao fazê-los comer o fruto de uma árvore que não podia ser comido.

O inimigo conseguiu convencê-los que Deus tinha mentido, que eles podiam ser como Deus. E o inimigo sempre se achou melhor do que Deus. E Adão e Eva caíram na tentação. Bem, esta historia todos conhecem, porque ouvimos desde criança.

Então vamos ver o que aconteceu com esta relação que Deus criou para ser perfeita. Deus não criou o homem e a mulher para o divórcio, ou para violência verbal, física, desamor, agressões, contendas, ciúmes, iras, discórdias. Então vamos ver o que aconteceu com este relacionamento que era perfeito.

Gênesis 3:6 Vendo a mulher que a árvore era boa para se comer, agradável aos olhos e árvore desejável para dar entendimento, tomou-lhe do fruto e comeu e deu também ao marido, e ele comeu.
Gênesis 3:7 Abriram-se, então, os olhos de ambos; e, percebendo que estavam nus, coseram folhas de figueira e fizeram cintas para si.

Por causa da desobediência, a primeira coisa que aconteceu foi que eles sentiram e viram o que, até então, não tinham conhecimento. A primeira coisa que este casal sentiu chama-se CULPA. E eu posso dizer com segurança que o sentimento mais terrível da alma é quando a pessoa é condenada pela sua própria consciência.

A Bíblia diz que, enquanto a consciência não for pura e limpa, não podemos servir ao Deus Vivo. Veja, até ali a consciência deste casal era pura e limpa. No momento da de-sobediência, quando entrou satanás na vida dele, eles disseram – Estamos nus. Começaram a sentir culpa e se cobriram imediatamente.

Então, guarde isso, o sentimento mais terrível da alma é quando alguém se condena pela própria consciência. Paulo dis-se aos hebreus que fomos chamados para servir ao Deus Vivo com consciência pura. Eu não posso ter consciência de pecado, uma consciência má. E foi isto que o inimigo lançou sobre o primeiro casal. E eles sentiram culpa e vergonha.

Gênesis 3:8-19 Quando ouviram a voz do SENHOR Deus, que andava no jardim pela viração do dia, esconderam-se da presença do SENHOR Deus, o homem e sua mulher, por entre as árvores do jardim.

Gênesis 3:9-10 E chamou o SENHOR Deus ao homem e lhe perguntou: Onde estás? 10 Ele respondeu: Ouvi a tua voz no jardim, e, porque estava nu, tive medo, e me escondi.

Veja, a primeira vez que se fala desta palavra tão negativa começou exatamente aqui – eu tive medo.

Gênesis 3:11-12 Perguntou-lhe Deus: Quem te fez saber que estavas nu? Comeste da árvore de que te ordenei que não comesses? 12 Então, disse o homem: A mulher que me deste por esposa, ela me deu da árvore, e eu comi.
Gênesis 3:13 Disse o SENHOR Deus à mulher: Que é isso que fizeste? Respondeu a mulher: A serpente me enganou, e eu comi.

Gênesis 3:14 Então, o SENHOR Deus disse à serpente: Visto que isso fizeste, maldita és entre todos os animais domésticos e o és entre todos os animais selváticos; rastejarás sobre o teu ventre e comerás pó todos os dias da tua vida.

Gênesis 3:15 Porei inimizade entre ti e a mulher, entre a tua descendência e o seu descendente. Este te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar.

Amados, aqui começaram todos os tipos de conflitos entre um homem e uma mulher. Aqui começou a maldição, a morte. Esta historia está cheia de verdade, e a principal verdade que vamos mostrar é que medos arruínam relacionamentos. Se você tiver medo de mim e eu de você nosso relacionamento será uma ruína. Se o marido e a mulher, um tiver medo do outro, esta relação é uma ruína. Se filhos e pais tiverem medo nas suas relações isto é ruína.

1João 3:20 pois, se o nosso coração nos acusar, certamente, Deus é maior do que o nosso coração e conhece todas as coisas.

Portanto, não podemos ser cristãos como o coração cheio de acusações. Se eu tenho sentimentos negativos no coração eu nunca terei uma relação boa com minha esposa, com meus filhos, com ninguém.

Então, como é que medos arruínam o relacionamento? O primeiro medo que as pessoas tem numa relação é o medo de se expor. Quando há medo da pessoa se expor ela cria uma distância, uma separação.

Quando a pessoa tem medo de se expor ela pensa: – Há coisas que eu não quero que ninguém veja, ou saiba de mim. Há coisas que eu não aceito e que me distanciam dos outros: erros, faltas, fraquezas. Quero manter todos à distância para que não vejam quem eu sou de fato. É o medo de se expor.

Gênesis 3:10 Ele respondeu: Ouvi a tua voz no jardim, e, porque estava nu, tive medo, e me escondi.

Veja que interessante – Adão ouviu a voz de Deus, mas, porque estava nu, porque não queria que Deus soubesse algo dele, não queria ser visto, ele se distanciou, teve medo e se escondeu. Medo de se expor. Medo faz com que as pessoas se escondam. Adão estava se sentindo nu, e nudez na Bíblia significa vulnerabilidade, desproteção. Adão e Eva estavam assustados, e tinham medo.

E o medo arruína relacionamentos. E às vezes se esconde dentro de mecanismos que ela vai criando e ela não vive, não é verda-deira consigo mesmo.

Só há uma relação saudável, quando a pessoa não tem nada a esconder, se ela não tiver vulnerabilidade. E como devo agir para que o medo não domine a minha mente nem o meu coração? Eu preciso ser honesto com Deus e com as pessoas. Medos fazem as pessoas se esconder. – Adão, onde estás? Senhor, eu vi que estou nu, fiquei com medo e me escondi. O medo faz as pessoas se esconderem e vivem fingindo.

Interessante, os artistas do teatro grego não apareciam com seu rosto de verdade. O artista incorporava uma personagem e colocava uma máscara sobre o rosto e essa máscara se chamava persona. E a tendência do ser humano que se esconde é criar uma persona. Mas Deus não quer isto, porque este tipo de relação é de ruína. Uma pessoa fingindo ser o que ela não é.

Então, primeiro, a pessoa tem que ser verdadeira. Segundo, tem que encarar as situações. Eu não posso ser falso, tenho de ser autêntico. Eu não posso ter nada a esconder, e não tenho que ter medo de ser honesto. Há muitas pessoas que vivem anos e mais anos com segredos escondidos um do outro, com medo de não ser aceito. E isso destrói o relacionamento. Eu quero que as pessoas vejam a minha humanidade.

Eu não quero me esconder atrás da capa de pastor, ou de bispo, e todos olharem para o altar e acharem que sou um super homem, um gigante de ferro, que eu tenho uma estrutura que ninguém tem. Olha uma coisa, eu sou fraco como você, sou pó como você. Eu também choro, também fico triste, também me iro, também erro.

Então quando as pessoas começam a criar sentimentos de medo, elas destroem a relação.

1Coríntios 4:4 Porque de nada me argúi a consciência; contudo, nem por isso me dou por justificado, pois quem me julga é o Senhor.

1Coríntios 4:5 Portanto, nada julgueis antes do tempo, até que venha o Senhor, o qual não somente trará à plena luz as coisas ocultas das trevas, mas também manifestará os desígnios dos corações; e, então, cada um receberá o seu louvor da parte de Deus.

Veja, nós não podemos esconder nada de Deus. Por isso, é muito bom quando a pes-soa é honesta e sincera. O ser humano pode errar, todos nós somos passiveis de erros. Paulo diz: – Quem me julga é o Senhor. Nada julgueis antes do tempo. Não julgue ninguém, nem nada, deixa isso com Deus. Então, o primeiro sentimento que levou a ruína deste casal foi o medo. O medo sempre produz vergonha.

Gênesis 3:7 Abriram-se, então, os olhos de ambos; e, percebendo que estavam nus…

O que vem atrelado ao medo é a vergonha. Porque o medo normalmente é baseado na vergonha. Por isso é que Paulo disse em…

2Coríntios 5:16 Assim que, nós, daqui por diante, a ninguém conhecemos segundo a carne; e, se antes conhecemos Cristo segundo a carne, já agora não o conhecemos deste modo.

Paulo está dizendo – a nossa carne é fraca. Você não pode me olhar na carne, porque minha carne tem defeitos, e a tua carne também tem. E a nossa consciência não pode nos acusar de nada, tem que ser uma consciência pura. Porque, se você deixar o medo se estabelecer na tua relação, ele arruína. Se você deixar a vergonha na tua relação isto é ruína.

Gênesis 3:7… coseram folhas de figueira e fizeram cintas para si.

Veja que eles quiseram esconder o que, na realidade, eles eram. Eu sei que nós, muitas vezes, também queremos esconder o que somos, usando máscaras. Amado, se você sentir vontade de chorar chore. Porque você é tão humano como eu, e seres humanos choram.

Nós, como evangélicos, não podemos fingir. – Irmão, como vai? Tudo bem… Mas não está tudo bem. Não precisa esconder a realidade, você pode dizer – estou passando por um momento de luta, mas vou vencer. E se vierem as lágrimas, chore. Não podemos ser falsos. Quando você sente dor, não precisa fingir que não tem dor. É muito bom ter um coração sincero, livre da opressão.

Você sabe, tem gente que mente e acredita na própria mentira. E cobre a mentira de hoje com outra mentira amanhã. E outra vai cobrir a de amanhã. Só que isso não tem respaldo. Como dizem os portugueses, é mais fácil pegar um mentiroso que um coxo. Mentira tem perna curta. Agora, veja como o medo não só arruína relações com o próximo, mas com Deus.

Gênesis 3:8 Quando ouviram a voz do SENHOR Deus, que andava no jardim pela viração do dia, esconderam-se da presença do SENHOR Deus, o homem e sua mulher, por entre as árvores do jardim.

Eles estavam com problema. A desobediência trouxe o pecado. O pecado trouxe o medo. O medo trouxe a vergonha. Eles se cobriram com folhas e descobriram uma realidade que até ali não conheciam. E depois eles tentaram se distanciar de Deus, se escondendo no meio das árvores. Como se fosse possível se esconder de Deus. Mas ninguém consegue se esconder de Deus. Não adianta botar uma máscara e fingir que não sou eu. Eu continuo sendo eu. Nós não somos perfeitos na carne, mas temos de ser honestos.

Muitas vezes a pessoa deixa o medo dominar a sua vida e fica com medo da desapro-vação, da reprovação e fica na defensiva. A pessoa começa a acusar os outros, aponta o dedo. Veja que isto aqui é uma lição de psicanálise tremenda, porque aqui começa-ram os problemas de relacionamento.

Gênesis 3:12 Então, disse o homem: A mulher que me deste por esposa, ela me deu da árvore, e eu comi.

Veja, Adão estava acusando não só sua mulher, mas Deus também: A mulher que me deste por esposa. Eu comi por causa dela. Eu não sou culpado, foi ela. Amados, faz parte da nossa humanidade acusar os outros, botar a culpa nos outros e não assumir nossos erros. Adão devia ter dito: – Deus, Eu assumo, eu comi, Eva me deu a fruta e eu comi porque eu abri a minha boca. Pronto, caí na tentação.

Mas ele não fez isso. – Essa aí que me deste por esposa… Se eu tivesse casado com a macaca eu não teria problema. Eu bem lembro do dia que o Senhor me fez dormir, e quando acordei me doía a costela e eu vi essa senhora aí do meu lado. E pensei – to frito. Agora começa mesada, TPM, dor de cabeça, salão de beleza, sapato novo, compra no shopping, botox, peeling, vou ter de gastar muita grana com essa mulher… rsrsrs

Gênesis 3:13 Disse o SENHOR Deus à mulher: Que é isso que fizeste? Respondeu a mulher: A serpente me enganou, e eu comi.

Amados, não podemos viver na defensiva, acusando os outros, não assumindo os pró-prios erros, porque assim vivem muitos casais. Vivem desconfiados, enciumados, pondo a culpa nos outros. Foi a sogra, o sogro, o cunhado, a cunhada…

Quantas famílias onde as pessoas vivem na defensiva, sempre com um pé atrás em relação aos outros. Olha só, se eu errar tenho de dizer – eu errei. Se você errar, não tenha medo de dizer – eu errei. Vamos assumir o controle da nossa vida. Não podemos viver prisioneiros de sentimentos negativos. Adão e Eva ficaram na defensiva. Mas é melhor você falar e assumir os erros do que ficar na defensiva.

Outro ponto, o medo de perder o controle, faz as pessoas ficarem muito exigentes, muito críticas. Adão e Eva perderam o controle da vida, perderam o paraíso, as vantagens, o domínio.

Gênesis 3:16 E à mulher disse: Multiplicarei sobremodo os sofrimentos da tua gravidez; em meio de dores darás à luz filhos; o teu desejo será para o teu marido, e ele te governará.

Veja, aí começaram os problemas das dores de parto. A Bíblia diz que o sacerdote da casa, o profeta da casa, o rei da casa é o marido. O homem é o cabeça da casa, e a mulher é o pescoço. A cabeça não consegue se mexer se o pescoço não ajudar. Mulheres, sede submissas. Maridos, amai vossas mulheres. Deus ordenaou assim porque esse problema começou lá atrás.

Gênesis 3:17 E a Adão disse: Visto que atendeste a voz de tua mulher e comeste da árvore que eu te ordenara não comesses, maldita é a terra por tua causa; em fadigas obterás dela o sustento durante os dias de tua vida.

Adão, agora você vai ter de trabalhar. Amados, a vida de Adão antes do pecado era uma benção só. Levantava de manhã, ia tomar sol, brincar com a bicharada, pescar, dar um passeio pelo jardim do Éden. Tirava uma soneca, almoçava, e continuava na mordomia. Benção pura.

Por isso, a vida em linha com a palavra é benção pura. Então, amado, não lute com Deus. Quando você está em linha com Deus, tudo vai bem. Mas se você começa a guerrear com Deus, você vai ter problema. Não adianta lutar com Deus, você vai perder.

Então, qual o antídoto para esses medos? Aprender a viver e a acreditar no amor de Deus. Ouça o que vou dizer agora, mas ouça com o coração, não só com seus ouvidos. O Senhor nosso Deus não é uma divindade abstrata, não é um tirano. O acusador da tua alma se chama diabo, não é Jesus. É que às vezes nos é passada uma imagem de um Deus déspota.

Olha só, se Deus fosse nos punir por cada erro cometido, o primeiro a sumir daqui era eu. Depois você. Cada um aqui. E não ria, porque íamos todos pro beleléu. Se Deus executasse a sua justiça por cada erro nosso, nenhum de nós ia sobrar pra contar a historia. Deus não é uma divindade abstrata, não é um tirano, não é um déspota, não é um acusador. Deus é um Deus de amor.

1João 4:18 No amor não existe medo; antes, o perfeito amor lança fora o medo. Ora, o medo produz tormento; logo, aquele que teme não é aperfeiçoado no amor.

A balança tem que desequilibrar para o lado do amor. Porque, se eu compreender que o meu Deus é um Deus de amor, um Pai amoroso, eu não vou ter medo. Porque Adão e Eva tiveram medo e se esconderam no meio das árvores. Mas existe um amor que é perfeito, o amor de Deus, e diz que o perfeito amor lança fora o medo. Veja, há pessoas com medo do futuro, medo da morte, medo da eternidade, medo do governo, medo do marido, medo da esposa, medo de perder o emprego. Há pessoas que tem medo até da própria sombra.

Por isso, você precisa compreender o perfeito amor que vem de Deus. Porque no amor não existe medo nas relações, nem no trabalho, na família, na igreja. Porque o medo produz tormento. Eu quero que você venha pra cá sem medo de nada. Você não pode sentir medo. Coloque sua vida, sua família nas mãos de Deus. Deus não é Deus de escravidão, nem de tormento. Porque se não há amor, há medo e se há medo há tormento.

Por que insisto tanto nesta palavra medo? Porque há milhares de pessoas vivendo com medo até de sair de casa. Quantas relações esfaceladas pelo medo! Quantas vidas prisioneiras do medo! Quantos medos desnecessários por falta de sinceridade, porque a pessoa não quer assumir seus erros para viver em paz. Por causa de vergonha! Porque eu sou gorda, porque meu marido disse que eu tenho estria…

– Bispo, olha aqui a fotografia da minha mulher quando nós casamos. Tudo em cima.
– Amado, olha pra você agora.
– Mas, Pastor, minha mulher não tinha estria, farolete pra cima, agora tudo baixou.
– Amado, olha a tua barriga, mas fica de lado pro espelho pra ver a protuberância. Homem não tem estria, mas tem cabelo que cai, tem peito que cai, tem barriga que cai, tem outras coisas que caem. Então, agradeça a Deus pela esposa que ele te deu e que continua te amando, mesmo sem cabelo.

– Porque quando casamos… quando casamos…
– Quantos anos vocês são casados?
– 49 anos…
– E você acha que depois de 49 anos tudo ficaria pra cima? Tudo desce sete vezes. Diz que a barriga do homem desce sete vezes. Os músculos do rosto descem. O pescoço fica cheio de rugas. E as orelhas? Continuam crescendo sempre. Então não tenha medo de ser você. Não tenha medo de falar a verdade, de compartilhar.

1João 4:19 Nós amamos porque ele nos amou primeiro.

Temos que ser verdadeiros.
– Mas, Pastor, se eu for verdadeiro, vou ter consequências… Ouça, a verdade liberta, a mentira aprisiona. O amor de Deus nos mostra a verdade, por isso podemos lançar sobre Ele todos os nossos medos para ter paz. Lembre-se – Deus é por você.

AMOR, do grego, ÁGAPE = amor de Deus, é um sentimento diferente de gostar ou de simpatizar. É um sentimento que aproxima, e que não distancia.

Imagina Deus criou o homem, pegando barro e moldando a sua imagem e semelhança. Tirou uma costela e fez a mulher. Criou um lugar muito bonito, um jardim misturado com pomar, com mata, com horta, com zoológico, com tudo de bom e colocou Adão e Eva ali para viverem felizes.

Olha como está vivendo a humanidade hoje. O cara se casa, tem filhos, vive anos com a esposa, de repente, por motivos fúteis, mata a esposa. Tem marido matando mulher, mulher matando marido. Filho matando pai, pai matando filho. Porque existem tantas diferenças na relação do casal, dos pais com os filhos que as pessoas usam de violência. Um homem que bate numa mulher não é digno dela. Mas um casal de Deus tem que ser um casal de respeito, de amor. Amados, perfeito ninguém é, mas podemos ser felizes.

Quando uma pessoa chega à violência verbal ou física é porque as suas relações estão muito danificadas. E como se restaura as relações? Com o amor de Deus. O amor de Deus é o antídoto para todo mal. O amor de Deus cura, liberta, salva, transforma. Um homem cheio do amor de Deus dá a vida pela sua mulher. Uma mulher submissa faz de tudo para ver o seu marido feliz.

Se você compreende e vive o amor de Deus, que tira o tormento, a vergonha, que faz as pessoas ser sinceras e honestas, você estará vivendo o verdadeiro cristianismo. Sem nada a ocultar. Porque quando a pessoa é verdadeira ela lança fora o medo. Eu fico imaginando a vergonha que Adão e Eva sentiram ao perceberem que estavam nus. Porque até ali eles não tinham vergonha por andarem nus, eles não viam maldade ou malícia nos seus corpos. Mas esse é o ser humano, que vê maldade e malícia no próprio corpo.

Mas quando Jesus nos trouxe para a sua igreja, nos libertando das garras de satanás, do império das trevas, ele traz, às vezes, diamantes brutos e aqui, de glória em glória, de culto em culto, de mensagem em mensgem, Ele vai trabalhando. Tira a mente do mundo e implanta a mente de Cristo. Tira o coração perverso de pedra e coloca um coração sensível de carne. Ele ensina a pessoa a pedir perdão, e que isso não é fraqueza, mas verdade da vida. Ensina a pessoa a amar, a compartilhar sua vida. Isso tudo se chama o amor de Deus. E você se torna outra pessoa, porque no verdadeiro amor não pode haver medo. O medo produz tormento. É preciso lançar fora o medo. Porque no amor perfeito não existe medo.

Amado, se você errou tenha a hombridade de pedir perdão pra sua esposa, pro seu marido, pros seus filhos. Na sua relação não pode haver medo, nem vergonha. Não podemos lutar com Deus. Aceitamos a proposta de Deus. Vamos viver de acordo com o amor de Deus. E vamos viver felizes. Perfeito você não será, perfeito só Jesus, mas feliz você pode ser. E, sem medo, porque o verdadeiro amor lança fora o medo.

Assim Seja, porque assim disse o Senhor.

Um Presente Para Você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *