VALORIZANDO TUDO O QUE O SENHOR DEUS VALORIZA

Ezequiel 47:7 Tendo eu voltado, eis que à margem do rio havia grande abundância de árvores, de um e de outro lado.

Ezequiel 47:8 Então, me disse: Estas águas saem para a região oriental, e descem à campina, e entram no mar Morto, cujas águas ficarão saudáveis.

Ezequiel 47:9 Toda criatura vivente que vive em enxames viverá por onde quer que passe este rio, e haverá muitíssimo peixe, e, aonde chegarem estas águas, tornarão saudáveis as do mar, e tudo viverá por onde quer que passe este rio.

Oremos ao Senhor… Em nome de Jesus.  Amém.

Eleitos de Deus, igreja de Jesus, pedras que vivem, geração de conquistadores, os que estão vivendo tempo de restauração de tudo o que Deus valoriza, meus irmãos amados.

Na Palavra Profética da Passagem de Ano, o Senhor nos revelou que é um TEMPO DE RESTAURAÇÃO de tudo o que Deus valoriza. E Ele nos falou através do livro do profeta Ezequiel, um livro que tem passagens tremendamente difíceis de interpretar, mas é um livro profético. E Deus usou este livro para nos dizer que 2021 é um Ano de Restauração.

Lembrando que o povo de Israel tinha pecado, virando as costas a Deus e servindo a ídolos pagãos e, por isso, Deus permitiu que o rei Nabucodonosor levasse o povo cativo para a Babilônia.  Depois de 70 anos de cativeiro, sem esperança, o Senhor levanta o profeta Ezequiel e diz – vocês vão voltar a Jerusalém e vão reconstruir o templo. Porque o templo é a coisa mais importante, na Bíblia, da manifestação de Deus. Deus sempre disse – Eu quero um lugar para ser adorado.

Então, Deus estava falando de restauração para o povo que estava cativo. E, em 2020, nós vivemos o ano mais difícil da nossa vida, um ano impensado. Quem diria em janeiro de 2020 que, a partir de meados de março, iriamos entrar num período de pandemia terrível que vitimou países inteiros, economias e vidas humanas?  Então, Deus falou através de várias passagens de Ezequiel sobre o TEMPO DE RESTAURAÇÃO.

Ezequiel 47:1 Depois disto, o homem me fez voltar à entrada do templo, e eis que saíam águas de debaixo do limiar do templo, para o oriente; porque a face da casa dava para o oriente, e as águas vinham de baixo, do lado direito da casa, do lado sul do altar.

Deus começou a mostrar que a vida do seu povo estava dependente da reconstrução do templo, para que o povo voltasse a fazer a vontade de Deus. Ele mostrou que, através da água de um rio que saia de baixo do altar, Ele ia gerar vida com este rio. Trazendo para os nossos dias, isto tem a ver com vida abençoada, com o mover da Graça de Deus, com o mover do Espírito Santo. Diz que as águas vinham até os tornozelos, depois até os joelhos, até os lombos e, por fim, um rio caudaloso, profundo que não se podia passar a pé. Era uma voz de esperança. Amados, a Igreja Cristo Vive é a voz da esperança para este mundo, daqui sai um rio de bênçãos, um rio de esperança profunda. E agora vem o coração da palavra profética.

Ezequiel 47:8 Então, me disse: Estas águas saem para a região oriental, e descem à campina, e entram no mar Morto, cujas águas ficarão saudáveis.

Mar Morto porque é morto mesmo, 25% é sal, não tem peixes, não tem vida, não tem nada, é morto. Agora eu digo – Temos que valorizar o templo, porque daqui, do altar, saem águas que tornam saudáveis o mar Morto. Porque nesta igreja e neste ministério existe ética, respeito com as pessoas, com as vidas, porque eu não fico de olho no bolso, na conta bancária dos nossos irmãos. Amado, este ministério é uma história escrita e determinada por Deus e que você e eu fazemos parte dela.

Ezequiel 47:9 Toda criatura vivente que vive em enxames viverá por onde quer que passe este rio, e haverá muitíssimo peixe, e, aonde chegarem estas águas, tornarão saudáveis as do mar, e tudo viverá por onde quer que passe este rio.

Veja, um Mar Morto, sem vida, sem chance de produzir algo. Mas diz que, quando essas águas chegavam a esse mar morto, elas se tornavam saudáveis. Deus fala que haverá muitíssimo peixe, tudo viverá. E isso é um pouco do que já aconteceu na minha vida e na tua vida. Nós também já estivemos assim, como um mar morto, mortos em delitos e pecados, sem entender, sem buscar a Deus, debaixo de condenação, escravos do pecado. Mas um dia estas águas da Graça de Deus chegaram à nossa vida e, onde havia desesperança, Deus trouxe esperança; onde havia morte, Deus deu vida. E por isso estamos aqui em perfeita vitória.  

Tudo revive quando estas águas chegam. Não importa a situação em que a pessoa se encontra. Pode estar com um boletim médico dizendo – pode acabar em óbito. Esta pessoa não tem jeito mais, está condenada pela justiça. Esta pessoa está enterrada em vícios e aberrações. Quando as águas da Graça de Deus chegam a essa vida, tornam essa vida saudável. Tornaram a minha vida e a tua vida saudável.

Amados, o povo de Deus, à volta do mundo, tem de começar a viver uma vida totalmente dependente de Deus e da palavra do templo. Aquilo que você recebe do altar, a palavra da Graça de Deus, pode mudar e tornar saudável essa área, ou essas áreas da tua vida que você está dizendo – não tem jeito. Eu te digo, tem jeito sim. Porque aonde essas águas chegam, onde o Espírito Santo se move, tornam essas águas saudáveis. Tornam essas áreas da tua vida saudáveis. Isto é uma profecia, isto é sagrado, é Deus falando à nossa igreja.

Então, Deus diz que é TEMPO DE RESTAURAÇÃO de tudo o que Deus valoriza. Quer dizer que há coisas que Deus Não Valoriza – um sacrifício de jejum, uma noite cheia de pernilongo num monte, uma vigília de 24h – Deus Não Valoriza isso. Deus não se move com isso, Deus só se move com fé. Jesus tinha dito – a carne pra nada aproveita, o Espírito é que dá vida. Carne é carne. Tudo o que é feito carnalmente Deus não valoriza.

Então, o Senhor profeticamente disse que uma das coisas que Ele valoriza é a família. Deus valoriza a vida ministerial, o culto, a alegria, a congregação reunida, a salvação, mas a coisa que Deus ama e valoriza é a família. Desde o início, Deus criou um homem e uma mulher para ele, porque disse – não é bom que o homem viva só. E criou a mulher para lhe ser uma auxiliadora idônea.

Porque não adianta alguém ser muito bem sucedido na profissão, nas finanças, na posição social, se não for bem sucedido na família. Então, Deus quer que nós valorizemos o que Ele valoriza.

Então, em primeiro lugar, vamos falar às mulheres da igreja. Esposa, seu marido precisa de você. Paulo disse à igreja em…

Efésios 5:22 As mulheres sejam submissas ao seu próprio marido, como ao Senhor;

Mulheres, façam com o marido como vocês fazem com Deus. A gente sabe que há maridos difíceis, que não elogiam a esposa, que não dão o braço a torcer nunca, que são insensíveis, às vezes, com a esposa, que não atendem aos desejos da esposa. Mas eu já digo aos maridos – todos os maridos vão ter de responder diante de Deus, se a sua vida não for de acordo com o que Deus deixou de responsabilidade ao marido – ame a sua esposa como Cristo amou a igreja.

Amados, o marido tem de responder pela situação do seu lar. O marido é o sacerdote espiritual do lar. Por isso é que o marido precisa da esposa, porque ele, biblicamente, é o provedor do lar. Muitas esposas trabalham e ralam para prover o sustento da casa, mas o marido é o responsável. Por isso, o marido precisa da esposa.

Segundo lugar, marido, sua esposa precisa do seu amor e da sua compreensão. Os dois precisam da compreensão um do outro. O marido tem que amar a sua esposa como Cristo amou a igreja.

Efésios 5:25 Maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela,

O homem tem a função da liderança amorosa, mas é liderança. Se o marido não lidera, dificilmente a esposa pode confiar nele plenamente. O marido tem que amar a esposa como Cristo amou a igreja, e a esposa tem que amar o marido, sendo submissa.

– Bispo, mas eu amo a minha esposa… Só que, às vezes, a esposa não percebe esse amor. E ela tem que perceber que você a ama e captar o seu amor por ela.

Amados, Deus trabalha em todas as áreas da nossa vida. E muitas vezes os casais trocam ofensas hoje, causam uma ferida amanhã, e isso vai criando tensão entre o casal que, aos poucos, um vai se afastando do outro, dentro de casa. Amados, o nosso lar tem que ser um lugar de conforto, de descanso físico, mental, emocional e espiritual. Tem que ser um lugar onde o amor está acima de qualquer tensão ou desconforto por causa de ofensas e de feridas.

O amor tem poder total de cura, mas tem que ser praticado dentro da nossa casa. Marido, ame a tua esposa como Cristo ama a igreja. Ele se entregou por ela. Então, não se admite que um marido cristão levante a mão contra sua esposa.

– Bispo, mas isso só acontece quando estou muito nervoso, quando ela me…

– Meu irmão, Deus não diz que, quando ela… então, você pode dar um tabefe na cara. Deus ordenou – Marido, ame a tua esposa como eu amei a minha igreja e me entreguei por ela. Para que o casamento não se torne um mar morto.

Ezequiel 47:8 Então, me disse: Estas águas saem para a região oriental, e descem à campina, e entram no mar Morto, cujas águas ficarão saudáveis.

Significa que, onde o casamento tiver esfriado, ou onde a relação estiver morta, as águas da palavra tornam esse casamento novamente saudável. Deus não quer que feridas se perpetuem na relação do casal cristão. Porque, por isso, milhões de casais repetem esta estatística todos os anos – 55% dos casamentos seculares acabem em divórcio e 45% dos casamentos evangélicos acabam em divórcio. E a palavra diz em…

Efésios 5:32 ​Grande é este mistério, mas eu me refiro a Cristo e à igreja.

Tem homem que diz – não consigo me acertar com minha esposa, isso é um mistério. Só consegue dizer que o casamento é um mistério. Mas não foi assim que o Senhor projetou o casamento, Ele é o Criador, e Ele criou o casamento para ser uma bênção. O relacionamento entre o homem e a mulher deve ser valorizado.

Provérbios 18:22 O que acha uma esposa acha o bem e alcançou a benevolência do SENHOR.

– Mas essa não é a minha esposa, pastor… Mas a Bíblia diz que quem acha uma esposa acha o bem. então a esposa não é o corpo de uma mulher, mas um conjunto, o seu corpo, o seu caráter, a sua beleza, os seus sentimentos, suas emoções, é um conjunto que dá o valor de uma pessoa. E quando você encontra esta mulher, você achou o bem.

O problema é quando as pessoas se casam sem conhecer as regras bíblicas, sem entender que Deus planejou a relação do homem com a mulher no casamento. E Deus descreve o casamento como um relacionamento maravilhoso, como uma bênção. Não falo de romantismo, mas de regras de Deus. foi assim que Deus criou o casamento. Veja o que o Senhor diz em…

Provérbios 5:18 Seja bendito o teu manancial, e alegra-te com a mulher da tua mocidade,

Provérbios 5:19 corça de amores e gazela graciosa. Saciem-te os seus seios em todo o tempo; e embriaga-te sempre com as suas carícias.

Então Deus planejou o casamento para ser algo que sacia, que embriaga com as caricias. Deus descreve algo forte e de muita bênção. Esta mulher enche a minha vida. Este homem enche a minha vida. Foi isso que Deus criou.

Agora, vamos ver porque as águas tem que correr pra dentro da nossa casa, do nosso lar. O relacionamento conjugal é o momento em que você extrai a força da tua vida, o conforto, o encorajamento, a felicidade, a alegria, e o bem estar. É na relação conjugal. Os estudos científicos provam que a relação sexual entre um homem e uma mulher tem ondas de repercussão durante 48 horas, a vida fica num êxtase. Há vibrações do coração e das emoções que duram 48 horas. Deus criou a relação conjugal para o homem e a mulher se unirem, procriarem, terem filhos, tirarem forças da vida, conforto, encorajamento, felicidade, alegria e bem estar. Foi isso Deus criou e fez assim.

Claro que temos de entender que a vida espiritual tem momentos de alegria, de prazer, mas também tem momentos de sofrimento. Mas Deus quer que marido e mulher vivam juntos e enfrentem juntos os desafios da vida. Então, nem todos os dias o homem está em total bem estar físico e mental, nem a mulher pra ficar arrumada, maquiada. Nem todos os dias dá para estar assim. Por isso, se um casamento está passando por dificuldades, ou até pendendo para uma separação, quero lhe dizer que não é assim que Deus age. Deus tem uma forma e um tempo de agir, de restaurar, Ele sabe.

Você pode fazer do seu casamento uma relação bem sucedida seguindo os fundamentos da Bíblia Sagrada. E a primeira coisa que eu tenho de ter é COMPROMISSO. Porque, no dia do casamento, você ouve o homem e a mulher prometerem coisas grandes e profundas um ao outro, é algo forte. Mas, no decorrer da vida, muitos acabam tendo um relacionamento parecido com cartão do Dia dos Namorados: Uma porção de palavras bonitas, de juras de amor, de desejos de felicidade, mas é só um cartão.

Às vezes, algumas semanas depois, o casamento que era um conto de fadas se torna num pesadelo, num enigma, um labirinto sem solução. O casal de sente perdido. Porque não lhes foi ensinado que casamento não é apenas abraços, beijos, relação conjugal, alegrias. Tem também renúncia, atender o outro que está triste, dar apoio físico, mental, emocional, ajudar a pensar. Tem discussão de vez em quando, tem desconforto, tem problemas. Porque são duas pessoas diferentes, que decidiram viver juntas e vão ter de enfrentar juntas a relação do casamento.  Casamento pode ser um mar de rosas, mas lembre-se, as rosas são lindas, mas cercadas de espinhos.

Mais ainda. Vocês se casam e decidem ter filhos. Tão lindo ter filhos. Você sabia que seu filhinho vai ter de tomar aquela vacina tríplice, e você vai ver uma enfermeira cravar um agulhão na perninha do seu filhinho querido, que vai gritar e chorar e você vai acabar chorando junto, vai suar frio e…  Mais.  Chega uma bela noite, você e sua esposa estão começando a dormir, o filho chora, vão ver o que é, e ele está com 40º de febre.  O que será? Estava tão bem o dia todo e bem agora… nessa hora…

Aí o filho cresce, começa a andar, depois começa a correr pela casa e, um belo dia, ele cai, bate a boca no chão, o sangue escorre solto, um dentinho está solto e você fica apavorado, corre pro dentista, ou pro médico, aonde a gente vai primeiro?   Pois é, a vida é assim. Filho dá trabalho, filho requer muitos cuidados, filho custa caro, bem caro, mas vale a pena ter filhos. Filho é bênção de Deus.

Salmos 127:3 ​Herança do SENHOR são os filhos; o fruto do ventre, seu galardão.

Então, amados, casamento não é só embriaguez com seios e carícias. Tem mais, muito mais.  Como conhecer a Deus é um processo difícil, também conhecer o cônjuge é um processo, às vezes, difícil, mas é gratificante, é maravilhoso, é bom demais.  Então, conhecer sua alma gêmea é aquela pessoa que tem compatibilidade perfeita. Esse é o casamento duracell. Isso se constrói. Senão, a lua de mel termina num tempo de fel, sofrimento, desgosto, repressão, infelicidade. Pra muitos casais aí fora, o casamento não passa de uma certidão, um papel. Mas, para nós evangélicos, que temos uma palavra profética, em primeiro lugar, temos que ter 100% de COMPROMISSO com nosso cônjuge.

Quando um casal não tem compromisso um com o outro, o casamento acabou, está só no papel. A aliança que o marido e a esposa tem no dedo anular é só um enfeite gasto. Sabe, cada pessoa é cada pessoa. Cada um é cada um. Tem características próprias que adquiriu de família, de convivência com outras pessoas, do trabalho, de lugares diferentes, coisas boas e coisas ruins. As características boas podem ajudar o relacionamento, as más podem atrapalhar.

Mas nós temos o Espírito Santo para nos ajudar a equilibrar o relacionamento, para ser apoio, alegria, felicidade, suporte emocional, ajuda, recompensa para o cônjuge. Casamento é COMPROMISSO. Tudo isso requer trabalho, dedicação, às vezes, até sacrifício por amor. Às vezes, você precisa deixar de fazer uma vontade própria para valorizar o cônjuge.

Uma excelente recomendação – ore pelo seu marido, pela sua esposa. Busque sabedoria de Deus, orientação de Deus. Oração é uma ferramenta poderosa. Exponha seus problemas diante de Deus, porque isso tem um efeito muito grande no seu casamento.

Ezequiel 47:3 Saiu aquele homem para o oriente, tendo na mão um cordel de medir; mediu mil côvados e me fez passar pelas águas, águas que me davam pelos tornozelos.

Águas pelos tem a ver com oração, amados. As coisas não estão boas, ore – Senhor, me ajuda, a coisa aqui em casa não está legal, muita discussão com ele, com ela, muita crítica, preciso da sua ajuda. Me dá paciência, mansidão, tranquilidade, trabalha o meu caráter, a minha índole, Senhor.  Amados, joelho dobrado é problema acabado. Isso é água que dá pelos joelhos.

Terceiro lugar, seja paciente. Problemas num casamento não acontecem de um dia para o outro. Às vezes são feridas, ou ofensas que vão criando uma parede. Às vezes é egoísmo a ganância, isso é a pior coisa que separa um casal – primeiro eu. Segundo, eu. Terceiro, eu. E o resto? O resto é pra você. Amados, a gente se casa com um ser individual. E, às vezes, o egoísmo cria uma parede.


Ezequiel 47:4 ​Mediu mais mil e me fez passar pelas águas, águas que me davam pelos joelhos; mediu mais mil e me fez passar pelas águas, águas que me davam pelos lombos.

Na Bíblia Sagrada, lombos quer dizer força e paciência. Muitas pessoas casadas cedem às tentações por causa de magoas, palavras duras, sentimento de isolamento, não foram valorizadas. Sabe o que é um homem ralar o dia inteiro, trabalhar muito para prover o melhor pra sua casa e nunca ser reconhecido? Sabe o que é uma mulher dona de casa não ser reconhecida?

Amados, dona de casa é a pessoa que mais trabalha na face da terra, porque começa a trabalhar antes de todos e termina depois de todos. É muita coisa pra alguém dizer – você não faz nada, você só fica em casa. Dona de casa faz mais que todo mundo. Quando alguém não é valorizado ou não se valoriza, isso vai corroendo a relação e os vínculos do amor.

Às vezes um problema de longo prazo são as desculpas para os erros e os pecados que acabam em separação. Quando o cônjuge diz – em 1900 e antigamente, você fez, você disse, você não lembra? E onde ficou o perdão, a reconciliação. Tem gente que se sente em prisão emocional, prisão mental, prisão até dentro de casa. Ou então casais que tem medo um do outro… pastor, quando ele, quando ela diz, ou faz, ou grita, sai debaixo… e dormem na mesma cama, comem na mesma mesa.  Aí vem as feridas de longo prazo.

Mateus 19:7 Replicaram-lhe: Por que mandou, então, Moisés dar carta de divórcio e repudiar?

Mateus 19:8 Respondeu-lhes Jesus: Por causa da dureza do vosso coração é que Moisés vos permitiu repudiar vossa mulher; entretanto, não foi assim desde o princípio.

Olha, a dureza de coração faz as pessoas se ferirem e gerarem problemas de longo prazo. Veja, não foi assim desde o princípio. Quer dizer, Deus não criou o homem e a mulher pra andarem de quebra-quebra, e de palavras duras e – bate de novo se for homem, bate de novo se for mulher mesmo – e separação. Porque uma separação é muito dolorosa. Quem paga o preço de uma separação são os filhos que sofrem, que choram, porque não querem ver os pais separados. Então, não foi assim desde o principio.

Mateus 19:9 ​Eu, porém, vos digo: quem repudiar sua mulher, não sendo por causa de relações sexuais ilícitas, e casar com outra comete adultério e o que casar com a repudiada comete adultério.

O que é o repúdio? O repúdio é quando você tem um casamento dentro de casa, com as regras bíblicas cumpridas, e você tem um casamento extra. Isto é repudiar. Deus odeia o repúdio. Quando diz que pode dar carta de divórcio, Deus não está exigindo divórcio. E, mesmo quando há relações sexuais ilícitas e o cônjuge perdoa, não é obrigatória a separação. Deus não quer separação, Deus quer restaurar a relação preciosa do casamento. Deus nunca exigiu divórcio de ninguém.

Ouça, problemas não acontecem da noite pro dia e também não são resolvidos da noite pro dia. Às vezes, precisa de paciência com você e com seu cônjuge para restaurar a estabilidade e a felicidade. Olha, há pessoas que vivem situações de prisão dentro de casa, muitas feridas, muitos desajustes, muitos problemas que não são resolvidos. A pessoa pode ouvir uma mensagem, um conselho, uma admoestação, mas não muda. E a situação também não muda. O problema continua.

Deus quer um avivamento nesta área. E a coisa mais medonha que pode acontecer dentro de um lar cristão é quando um marido bate na sua esposa. É a pior coisa. Mas Deus falou que, se este rio, esta graça chegar a este lar, pode restaurar a relação, e devolver a felicidade, a alegria, o amor e a confiança. Vai tornar as águas saudáveis. Existem exceções à regra, situações que não tem solução. Mas são exceções.

Quarto lugar, procure conselhos sábios na igreja. Seja cauteloso com o que você decide revelar a alguém e a quem. Nós temos casais nesta igreja, honestos, sinceros, verdadeiros, éticos, que podem ajudar pessoas a mudar.  Agora, cuidado, porque tem gente que aconselha a desistir um do outro. Lutou, lutou, já se passaram anos e mais anos, e não deu certo, pula fora dessa canoa furada. Mas isto é conselho do mundo. Nós entendemos que as águas tornam o mar morto saudável. Claro, se um dos cônjuges procura apoio para seus erros, não pode ter apoio. A igreja não pode apoiar erros, senão não seria igreja.

Então, um conselho forte – é aconselhável manter detalhes íntimos em segredo. Porque, quando alguém espalha uma fofoca em relação a alguma coisa entre o casal, toda a igreja entende porque circula. E o peso da opinião pública negativa é dramático. Porque ninguém tranca nada para si, vai acabar falando pra um, pra dois, pro mundo. Problemas íntimos conjugais devem ser mantidos em segredo.

Assim como a justiça mantem segredos de justiça, a igreja tem que se habituar a isso também. Ninguém na igreja tem que saber de problemas íntimos conjugais de outra pessoa. Ninguém! Não é aconselhável. Problemas íntimos conjugais não são para o público. Os bispos podem aconselhar o casal, somos muito tementes a Deus. Mas a igreja não apoia erros. Detalhes privados do casal não podem vir a público, senão as feridas tornam as pessoas muito vulneráveis.

Há pessoas muito frágeis e vulneráveis, porque se espalhou pela comunidade, pela família, pela cidade, que o homem fez, que a mulher fez…

Então, estamos aprendendo que existe um processo de cura, um processo de RESTAURAÇÃO de amor e de confiança que o Senhor mostrou pela palavra profética.

Ezequiel 47:1 Depois disto, o homem me fez voltar à entrada do templo, e eis que saíam águas de debaixo do limiar do templo, para o oriente; porque a face da casa dava para o oriente, e as águas vinham de baixo, do lado direito da casa, do lado sul do altar.

Ezequiel 47:8 Então, me disse: Estas águas saem para a região oriental, e descem à campina, e entram no mar Morto, cujas águas ficarão saudáveis.

Ezequiel 47:9 Toda criatura vivente que vive em enxames viverá por onde quer que passe este rio, e haverá muitíssimo peixe, e, aonde chegarem estas águas, tornarão saudáveis as do mar, e tudo viverá por onde quer que passe este rio.

Veja, onde este rio, estas águas passarem, tudo viverá, tudo se tornará saudável.

Ezequiel 47:12 Junto ao rio, às ribanceiras, de um e de outro lado, nascerá toda sorte de árvore que dá fruto para se comer; não fenecerá a sua folha, nem faltará o seu fruto; nos seus meses, produzirá novos frutos, porque as suas águas saem do santuário; o seu fruto servirá de alimento, e a sua folha, de remédio.

Veja, onde estas águas passam haverá muito fruto, todos os meses, frutos para alimento e até as folhas serão remédio.  Isto tudo quer dizer templo, igreja, altar, mensagem da Graça de Deus, mover do Espírito Santo.

Nós acreditamos neste ministério que o casamento é indissolúvel. Que a união é indissolúvel. Mas, realmente, há casos de exceção, singulares, que mesmo com olhos espirituais não se consegue ver a solução, tal o nível de problema, de agressão, de violência. E quando começa a haver, dentro de casa, agressões, privação, esta igreja Cristo Vive entende que, às vezes, moralmente, é necessário apoiar uma pessoa, que está frágil, que recebe agressões, ameaças e violência. São tragedias anunciadas.

Temos que tratar estas situações com muito cuidado, com temor e tremor. Vocês devem ter visto e ouvido sobre o caso daquela senhora, juíza de direito, do RJ, que foi morta pelo ex-marido, que extorquia dinheiro dela. Ele pediu para ver as filhas, marcou um local de pouco movimento e, quando ela chegou, diante das filhas, ele a matou cortando a jugular. Uma tragedia anunciada várias e várias vezes.

Nós, como igreja, já estendemos a mão a algumas pessoas, temos ajudado a salvar casamentos que estavam para acabar. Mas há casos em que a igreja tem que dizer – isso não vai dar certo, não se case, ou então, isso é caso de separação mesmo. Mas só quando se percebe com olhos espirituais, com oração, com temor e tremor de Deus no coração.

Então, estamos ensinando, Deus pode restaurar, Deus pode reconstruir, Deus pode realinhar, pode dar a solução.  Mas, se as pessoas não quiserem, o que eu, como bispo e pastor, minha esposa como bispa e pastora, o que podemos fazer?  Nós damos as orientações, mostramos a verdade e a pessoa diz: Bispo, eu não quero mais. O que nós vamos fazer?  Nós não somos juízes. Nós somos conselheiros. Nós não podemos tomar uma decisão por alguém, pelo marido ou pela esposa. As pessoas envolvidas é que tem de decidir a sua vida. Tem pessoas que receberam nossos conselhos, viraram as costas e nunca mais apareceram na igreja. E eu não quero isso.

Então, para terminar. Mais uma recomendação. Aprenda com seu passado. Ninguém pode fazer uma coisa ser nova agindo da mesma forma que no seu passado.  Restauração é aprender lições e não repetir quando elas forem negativas. É pedir perdão, é pedir desculpa, é querer mudar, é atender as necessidades do cônjuge.

Malaquias 2:16 Porque o SENHOR, Deus de Israel, diz que odeia o repúdio e também aquele que cobre de violência as suas vestes, diz o SENHOR dos Exércitos; portanto, cuidai de vós mesmos e não sejais infiéis.

Deus odeia o repúdio. Deus não criou o homem e a mulher pra depois dizer – eu não posso te tocar – isso é maldade. Nunca foi intenção de Deus que os seres humanos se casassem e depois se machucassem, dissolvessem uma família, desperdiçassem uma família. Não foi assim no princípio. Isso aconteceu pela dureza de coração, pelo egoísmo e pela ganância.

A vontade de Deus é um casamento sólido, estável e feliz. Isto é possível, pastor? Sim, isto é possível se os dois quiserem. Não é fácil, mas se uma pessoa estiver disposta a se COMPROMETER é possível salvar o casamento, porque as águas que saem do altar do templo tornam saudáveis as águas do mar morto.

Que Deus, o melhor criador de todos os casamentos, combine vossos corações em um só.

William Shakespeare disse isso.

E nós temos a palavra profética das águas que saem do templo, saem da igreja, do altar, e diz que, quando elas chegam ao mar Morto, tornam as águas mortas em saudáveis.

E que, por onde este rio passa, haverá muitíssimo peixe, muitíssima coisa boa; e aonde as águas do rio chegarem tornarão tudo saudável e haverá vida, vida em abundância. 

Nos casamentos onde estas águas da Graça de Deus chegarem, haverá grandiosa restauração e aquelas emoções que ficaram esquecidas, aqueles relacionamentos que ficaram parados no tempo, tudo será restaurado e reaquecido, porque é assim que Deus planejou para seus filhos viverem felizes.

Deus instituiu o casamento para o bem estar, alegria, realização e felicidade do ser humano. Deus, na sua sabedoria infinita, deixou na Sua Palavra, os fundamentos bíblicos que, quando os casais aplicarem na sua vida, terão o seu casamento governado e abençoado por Ele.

Nós oramos com fé pelos casais da nossa Igreja para que Deus, o melhor criador de todos os casamentos, combine os vossos corações em um só.  Para glória e honra do Senhor.

Em nome de Jesus.

Assim Seja, porque assim disse o Senhor.

Um Presente Para Você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *